Pai, avô e candidato: Pedro Santana Lopes na corrida à liderança do PSD

Pedro Santana Lopes e Rui Rio disputam liderança do PSD. Eleições acontecem a 13 de janeiro.

Pai, avô e candidato: Pedro Santana Lopes na corrida à liderança do PSD

Pedro Santana Lopes e Rui Rio disputam liderança do PSD. Eleições acontecem a 13 de janeiro.

As eleições para a liderança do PSD acontecem este sábado, 13 de janeiro. Pedro Santana Lopes e Rui Rio disputam o lugar de presidente do partido.

Pedro Santana Lopes, 61 anos, foi provedor da Santa Casa da Misericórdia, cargo que abandonou em outubro passado.

O antigo primeiro-ministro tinha, a 1 de outubro, na SIC, na noite de eleições autárquicas, afirmado que tinha sido abordado sobre a possibilidade de se candidatar à liderança do partido. Dias depois, Pedro Passos Coelho confirmava, ainda no rescaldo dos maus resultados obtidos pelos sociais-democratas nas autárquicas, que não se recandidataria.

Santana Lopes foi presidente das câmaras de Lisboa e Figueira da Foz e, em 2004, foi indigitado como primeiro-ministro após a saída de Durão Barroso para a Comissão Europeia. O governo liderado por Pedro Santana Lopes foi marcado por vários momentos de instabilidade. A 30 de novembro, Jorge Sampaio, então presidente da República, anuncia a dissolução da Assembleia da República, colocando assim um ponto final a quatro meses de governação de Santana Lopes.

 

Três casamentos, cinco filhos e três netos

Pedro Miguel de Santana Lopes, nascido a 29 de junho de 1956 em Lisboa. O antigo presidente do Sporting foi casado três vezes. Do primeiro enlace, com Maria Isabel Marques Dias, nasceu Gonçalo, 36 anos. Do segundo casamento, com Teresa de Arriaga, nasceram Duarte, de 33 anos e José Maria, de 29. Do último casamento, com Tita Bagulho, nasceram os gémeos Carolina e Diogo, de 25 anos.

Apesar de nunca terem sido casados, Santana Lopes e Cinha Jardim viveram um dos mais mediáticos romances durante a década de 1990. Mais recentemente, namorou com Célia Gomes da Silva ( o namoro começou em 2007 e durou 3 anos). Mantém um relacionamento discreto com Dina Vieira há cerca de sete anos.

O agora candidato à presidência do PSD (partido de que foi vice-presidente, durante a liderança de Durão Barroso) tem três netos: Sebastião, de seis anos, Mateus, de dois (filhos de Gonçalo) e Vitória, de dois, filha de Duarte.

 

Texto: Raquel Costa | Fotos: Arquivo Impala

 

Impala Instagram

Mais

RELACIONADOS