Passes família entram em vigor a 1 de agosto em Lisboa

Os passes famílias em Lisboa entram em vigor no dia 1 de agosto. No entanto, há uma série de passos que pode seguir para adquirir os títulos de transporte.

Passes família entram em vigor a 1 de agosto em Lisboa

Passes família entram em vigor a 1 de agosto em Lisboa

Os passes famílias em Lisboa entram em vigor no dia 1 de agosto. No entanto, há uma série de passos que pode seguir para adquirir os títulos de transporte.

Os passes família em Lisboa estão disponíveis a partir do dia 1 de agosto, tal como foi prometido em abril. No entanto, já há uma série de passos que pode seguir para adquirir os títulos de transporte. Em conversa com a TSF,  Carlos Humberto, o primeiro secretário da Área Metropolitana e de Transportes de Lisboa, revelou todos os detalhes destes novos navegantes.

LEIA DEPOIS
Previsão do tempo para sexta-feira, 19 de julho

 

O que fazer para requisitar

Os passes família estão disponíveis a partir do dia 26 de junho e entram em vigor no dia 1 de agosto. No entanto, «a partir de dia 22 de julho, segunda-feira, é preciso as pessoas fazerem o requerimento», garante Carlos Humberto.  Tudo o que tem de fazer é aceder à página do Portal Viva ou da AML para retirar o requerimento, preenchê-lo e entregar para ser validado e, posteriormente, carregado.

Qual o montante

Vai ser possível escolher entre o Navegante Metropolitano Família, cujo preço é de 80 euros, e o Navegante Municipal Família, de 60 euros. Qualquer um dos passes permite associar vários títulos de transporte do mesmo agregado familiar por um preço mais baixo.

Na primeira opção, todos os membros do agregado familiar podem aceder a todos os operadores ou linhas dentro dos 18 municípios da área metropolitana de Lisboa. Na segunda, é possível utilizar os operadores ou linhas dentro do limite geográfico do município selecionado pelo agregado familiar, entre os 18 municípios da área metropolitana de Lisboa.

Que documentos são necessários

Apesar de os documentos pedidos variarem consoante a composição do agregado familiar, Carlos Humberto explica que há documentos necessários em qualquer situação. «O requerimento, o comprovativo da morada do domicílio fiscal e a cópia dos bilhetes de identidade», revela.

Como é feito o carregamento dos cartões

Para efetuar o carregamento basta pagar o valor total e o sistema reconhece automaticamente que os restantes passes do agregado familiar estão pagos. «Pagando um, imediatamente os outros podem ir carregar o cartão em qualquer lado sem contrapartida financeira», garante o primeiro secretário da área Metropolitana de Lisboa.

Contudo, é aconselhado que cada um dos membros da família se dirija a uma máquina de carregamento ou a uma bilheteira para confirmar o carregamento do mesmo. Em caso de dúvidas,  pode ligar para uma linha telefónica (210 118 218) de apoio ao utente, que está em funcionamento das 09h00 às 19h00.

LEIA MAIS
ALERTA | Pelo menos 24 mortos em incêndio num estúdio de animação no Japão

Turistas encorajados a afixar cartazes de Maddie durante as férias

Impala Instagram


RELACIONADOS