Raríssimas: Ex-presidente acusa antiga vice-presidente de desvio de dinheiro

De acordo com Paula Brito e Costa, a antiga vice-presidente da associação esteve envolvida em gestão danosa dos recursos da Raríssimas

Raríssimas: Ex-presidente acusa antiga vice-presidente de desvio de dinheiro

De acordo com Paula Brito e Costa, a antiga vice-presidente da associação esteve envolvida em gestão danosa dos recursos da Raríssimas

O caso Raríssimas continua a dar que falar. Depois de todas as atenções estarem viradas para Paula Brito e Costa, ex-presidente que se demitiu esta quinta-feira, e Manuel Delgado, ex-secretário de Estado da Saúde, existe uma nova protagonista.

Paula Brito e Costa decidiu acusar, em entrevista a Sandra Felgueiras na RTP, a antiga vice-presidente da associação de desvio de fundos.

Joaquina Teixeira foi afastada em maio, depois de uma autoria da PKF, e, segundo  a RTP, o Ministério Público abriu um inquérito em julho. Na altura a denúncia foi feita por parte da direção da Raríssimas.

«Encontrámos muitas coisas. Encontrámos desvios de fundos, fraude fiscal, branqueamento de capitais, provavelmente fuga ao fisco e desvios de dinheiros da Raríssimas», disse Paula Brito e Costa.

Contactada pela RTP, Joaquina Teixeira alegou estar a ser alvo de uma «cilada».

Raríssimas suspensa da Organização Europeia de Doenças Raras

A organização europeia de doenças raras admitiu estar «chocada» com as informações tornadas públicas pela reportagem da TVI.

Uma semana depois da transmissão da reportagem, muito continua a ser dito sobre esta caso que ainda deverá ter mais repercussões.

Outros artigos em destaque

The Biggest Loser Concorrente surpreende ao tornar-se modelo e bombeiro!
Raríssimas: Presidente admite uso do cartão de crédito em vestidos por ser um «investimento»
Ups! Apanhados desprevenidos na gala da TVI (fotos)
Bebé sereia morre quatro horas depois do nascimento
Bebé sereia morre quatro horas depois do nascimento
Cantora condenada a dois anos de prisão por «videoclipe depravado»
Cantora condenada a dois anos de prisão por «videoclipe depravado»
22 prendas de Natal até cinco euros

 

Impala Instagram


RELACIONADOS