Prostituta dá à luz e vai trabalhar 30 minutos após o parto

Uma prostituta grávida foi trabalhar passados apenas 30 minutos do parto. «É este o desespero em que muitas mulheres se encontram»

Prostituta dá à luz e vai trabalhar 30 minutos após o parto

Prostituta dá à luz e vai trabalhar 30 minutos após o parto

Uma prostituta grávida foi trabalhar passados apenas 30 minutos do parto. «É este o desespero em que muitas mulheres se encontram»

Uma prostituta na cidade de Hull, no Reino Unido, foi trabalhar meia hora após ter dado à luz. De acordo com as autoridades, a mulher é conhecida por trabalhar na Heesel Road, um local célebre pela oferta de serviços sexuais, com cerca de 40 trabalhadoras, que, entre turnos, tornam o negócio do sexo «aberto» 24 horas por dia.

LEIA DEPOIS
Trump admitiu pela primeira vez testemunhar no inquérito para a sua destituição

História desta prostituta alerta para o desespero das muitas mulheres que se prostituem

A história tem chocado a Inglaterra e alertado para o desespero de muitas mulheres que se prostituem. «Uma mulher teve, uma vez, um bebé e, numa questão 30 minutos, voltou para as ruas para trabalhar. É este o desespero em que muitas delas se encontram», revelou um membro da Fairbanks (instituição de apoio a trabalhadores sexuais) ao Hull Daily Mail.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para terça-feira, 19 de novembro
Denuncia diretor de escola de assédio sexual e é queimada viva

Impala Instagram


RELACIONADOS