Procurador alemão: PJ ainda pensa «que pais de Maddie são responsáveis pelo seu desaparecimento»

Hans Christian Wolters refere que mantém contacto com a polícia portuguesa, mas lamenta que as relações sejam tensas.

Procurador alemão: PJ ainda pensa «que pais de Maddie são responsáveis pelo seu desaparecimento»

Procurador alemão: PJ ainda pensa «que pais de Maddie são responsáveis pelo seu desaparecimento»

Hans Christian Wolters refere que mantém contacto com a polícia portuguesa, mas lamenta que as relações sejam tensas.

O procurador alemão que tem a cargo a investigação sobre o desaparecimento de Madeleine McCann afirmou ao The Sun que  «as autoridades portuguesas ainda pensam que os pais de Maddie são responsáveis pelo seu desaparecimento». Ao jornal inglês, Hans Christian Wolters refere que mantém contacto com a polícia portuguesa, mas lamenta que as relações sejam tensas.

LEIA DEPOIS
OMS desconhece forma como vírus atua nas diferentes estações do ano

Sem julgar os colegas, Wolters acredita, após uma investigação de anos com  a Scotland Yard, que os pais da menina não estão implicados no seu desaparecimento e Christian Bruckner é o principal suspeito. O procurador alemão reafirmou recentemente que Maddie, na altura com três anos, terá sido abusada sexualmente e assassinada pouco depois de ter sido raptada. Hans Christian Wolter, no entanto, ainda não encontrou o corpo. Por isso, continua a seguir as pistas e a investigar o caso como desaparecimento.

A Procuradoria da República da Comarca de Faro está a proceder a um levantamento dos processos que relacionam o cidadão alemão suspeito no desaparecimento de Madeleine McCann, com outros processos registados na região.

O designado processo ‘Maddie’ foi inicialmente arquivado em 2008, tendo o MP determinado, em 2013, a reabertura do mesmo, por terem surgido novos elementos que justificavam o prosseguimento da investigação, adianta a Procuradoria.

“Após a reabertura do processo não foram constituídos arguidos, prosseguindo as investigações com a realização de diligências que se revistam de utilidade ao apuramento dos factos e à identificação e responsabilização dos respetivos autores”, avança o Ministério Público.

O inquérito sobre o desaparecimento de Madeleine McCann em 2007, é dirigido pelo Ministério Público da secção de Portimão do Departamento de Investigação e Ação Penal de Faro com a coadjuvação da Polícia Judiciária.

Avó de Maddie morreu vítima de covid-19

A avó paterna de Madeleine McCann, Eileen McCann, morreu com suspeitas de ter sido infetada com covid-19. O jornal britânico Mirror dá conta de que a senhora, de 80 anos, partiu poucos dias antes da polícia alemã dar como certo que Christian Bruckner é o homem que procuram há anos.

Texto: Carla S. Rodrigues com Lusa

LEIA MAIS
Meteorologia: Previsão do tempo para sexta-feira, 12 de junho
Adesão à greve nos CTT é superior a 90% em Lisboa

1 – Aceda a www.lojadasrevistas.pt

2 – Escolha a sua revista

3 – Clique em COMPRAR ou ASSINAR

4 – Clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA

5 – Introduza os seus dados e escolha o método de pagamento

6 – Pode pagar através de transferência bancária ou através de MB Way!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS