Primeiro-ministro australiano apoia procurador-geral acusado de violação

Político foi acusado de violar uma adolescente de 16 anos, que se suicidou no ano passado.

Primeiro-ministro australiano apoia procurador-geral acusado de violação

Primeiro-ministro australiano apoia procurador-geral acusado de violação

Político foi acusado de violar uma adolescente de 16 anos, que se suicidou no ano passado.

O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, confirmou esta quinta-feira o seu apoio ao procurador-geral, um dia depois de este admitir ser o membro do Governo contra o qual tinham sido feitas acusações de violação, rejeitando-as categoricamente.

Há uma semana que a Austrália se questionava sobre a identidade do político acusado de violar, em 1988, uma adolescente de 16 anos, que se suicidou no ano passado, sem nunca apresentar formalmente queixa.

Devido às leis de difamação, muito rigorosas na Austrália, o nome do acusado não podia ser divulgado, a menos que fosse o próprio a fazê-lo.

Na quarta-feira, o procurador-geral australiano, Christian Porter, de 50 anos, que tinha 17 anos quando conheceu a jovem, anunciou à imprensa que era ele a pessoa contra quem as acusações eram feitas, mas desmentiu-as, emocionado, recusando demitir-se.

“Estas alegações nunca aconteceram”, repetiu, durante uma longa conferência de imprensa, em Perth.

O principal conselheiro jurídico do Governo australiano anunciou que tiraria alguns dias para tentar recuperar do stress provocado pelo caso, uma decisão apoiada hoje pelo primeiro-ministro.

LEIA TAMBÉM
Confinamento com adolescentes? Há uma forma de tornar tudo mais fácil
Confinamento com adolescentes? Há uma forma de tornar tudo mais fácil
A antropóloga Fabiana Gomes e a curadora e formadora de mindfulness Georgiana Lecléry ajudam pais e filhos nos tempos de confinamento a lidarem melhor uns com os outros. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS