Portuguesa SIC entre os três canais mais vistos em Cabo Verde

Um estudo do Instituto Nacional de Estatística (INE) cabo-verdiano aponta a Televisão de Cabo Verde (TCV) como o canal mais visto em Cabo Verde, numa lista que coloca a portuguesa SIC no terceiro lugar.

Portuguesa SIC entre os três canais mais vistos em Cabo Verde

Portuguesa SIC entre os três canais mais vistos em Cabo Verde

Um estudo do Instituto Nacional de Estatística (INE) cabo-verdiano aponta a Televisão de Cabo Verde (TCV) como o canal mais visto em Cabo Verde, numa lista que coloca a portuguesa SIC no terceiro lugar.

Os dados provisórios do módulo sobre o acesso e consumo da comunicação social no âmbito do Inquérito Multi-Objetivo Contínuo de 2018 foram apresentados hoje, na cidade da Praia, em conjunto pelo INE e pela Direção-Geral de Comunicação Social de Cabo Verde, apontando a televisão como o meio preferencial dos cabo-verdianos para se informarem (82%).

O estudo, que resulta de uma amostra de mais de 6.100 entrevistas a maiores de 15 anos, refere que 84% dos que confirmaram ver televisão assistiram, nos três meses anteriores, a programas da estatal TCV, enquanto 54% viram – podendo acumular com as restantes – a TV Record (ambas emitem em sinal aberto pela rede de emissores de Televisão Digital Terrestre e produção local).

No terceiro lugar das preferências, neste estudo, surge a SIC, com 24%, seguida da também portuguesa Sporttv, com 23%. O canal privado cabo-verdiano TIVER, que entretanto suspendeu as emissões, surge depois, com 19% das preferências, seguida da RTP África (que também emite em sinal aberto pela rede de emissores de Televisão Digital Terrestre e tem produção local).

Em ilhas mais turísticas, como Sal e São Vicente, a preferência pela SIC chega, respetivamente, aos 64% e 68%, apenas atrás da televisão pública, sublinhou o INE.

Informação, telenovelas e desporto são os programas de televisão mais consumidos pelos cabo-verdianos.

O inquérito concluiu que 87% da população com mais de 15 anos viu pelo menos um programa de televisão nos últimos três meses, dos quais 5% através da Internet. Do total, 69% afirma ver televisão todos os dias, o que se traduz, por outro lado, numa média diária (segunda a sexta-feira) de duas horas e 25 minutos de consumo de televisão.

Sobre as emissões de rádio, o estudo refere que 42% dos inquiridos confirmou que ouviu rádio pelo menos uma vez nos últimos três meses. Destes, 77% ouvem rádio em casa e — também ou exclusivamente – 20% no carro, percentagem idêntica aos que ouvem as emissões radiofónicas no trabalho.

Globalmente, 23% dizem ouvir rádio todos os dias, correspondendo a uma média diária (segunda a sexta-feira) de duas horas e 31 minutos.

A lista de preferências é liderada pela estatal Rádio Cabo Verde (RCV), com 52%, seguida da Rádio Nova (24%) e da Rádio Crioula (23%), sendo sublinhado no estudo o peso e notoriedade das rádios comunitárias nas respetivas áreas territoriais.

É também referido que 73% dos inquiridos confiam nas notícias veiculadas pela televisão, percentagem que desce para 65% nas rádios.

PVJ // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS