WhatsApp adia mudança na privacidade após debandada de utilizadores

O WhatsApp resolveu adiar as novas políticas de privacidade, que permitiria a partilha com o Facebook, depois de uma verdadeira debanda de utilizadores para o Telegram e o Signal.

WhatsApp adia mudança na privacidade após debandada de utilizadores

WhatsApp adia mudança na privacidade após debandada de utilizadores

O WhatsApp resolveu adiar as novas políticas de privacidade, que permitiria a partilha com o Facebook, depois de uma verdadeira debanda de utilizadores para o Telegram e o Signal.

O WhatsApp adiou as anunciadas novas políticas de privacidade, que permitiria a partilha de dados com o Facebook, depois de uma verdadeira debandada de utilizadores para o Telegram e o Signal, que registaram milhões de downloads nos últimos dias. A alteração entraria em vigor em 8 de fevereiro, mas passa a estar prevista para 15 de maio. O adiamento foi anunciado pela empresa, em comunicado, nesta sexta-feira.

Até pelo menos 15 de maio «ninguém perderá o acesso» ao WhatsApp

A empresa justifica que os utilizadores “necessitam de mais tempo para compreender o que exatamente é alterado com a nova política de privacidade” e assumiu que a comunicação “não foi bem sucedida”. Até lá, o WhatsApp informou que ninguém perderá o acesso à sua conta. “Estamos a recuar na data em que solicitaremos a aceitação dos novos termos. Ninguém terá a conta suspensa, ou excluída.”

Pedido de aceitação das novas políticas «será enviado gradualmente»

O comunicado afirma ainda que o WhatsApp vai procurar uma forma melhor de esclarecer as mudanças. “Faremos melhor, para esclarecer a desinformação sobre como privacidade e segurança funcionam no WhatsApp. O pedido de aceitação das novas políticas será enviado gradualmente aos utilizadores.

Garantias de sigilo no WhatsApp e no Facebook

A empresa volta a garantir o sigilo das mensagens trocadas na aplicação, que manter-se-ão criptografadas para que nem o WhatsApp nem o Facebook possam aceder às mensagens, que manter-se-ão privadas. promete igualmente que a nova atualização será “mais transparente” sobre a recolha de dados.

LEIA AGORA
Esta mãe perdeu a filha porque cometeu um erro no Facebook

Alerta a todos os pais e mães

Esta mãe aceitou um pedido de amizade de um estranho e por causa disso a filha foi raptada e posta à venda por 5,5 mil euros! Leia o testemunho na primeira pessoa de quem perdeu a filha por cometer um simples erro no Facebook. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS