Viúva arrasada por relatar morte de marido enquanto dança sorridente em vídeo viral

Jessica Ayers, que se assume como viúva cantora, está no centro de uma polémica devido a um vídeo viral em que aparece a dançar de forma sorridente.

Viúva arrasada por relatar morte de marido enquanto dança sorridente em vídeo viral

Viúva arrasada por relatar morte de marido enquanto dança sorridente em vídeo viral

Jessica Ayers, que se assume como viúva cantora, está no centro de uma polémica devido a um vídeo viral em que aparece a dançar de forma sorridente.

Chama-se Jessica Ayers, mas nas redes sociais assume-se como viúva cantora. E aquela que poderia ser apenas mais uma influencer acaba por ver o seu nome a ser comentado um pouco por todo o mundo. Tudo por causa de um vídeo viral em que pode ser vista a dançar enquanto relata a morte do marido, vítima de uma bala perdida. O vídeo foi partilhado no TikTok, mas a norte-americana acabou por limitar a visualização do mesmo, que conta já com mais de 5,7 milhões de visualizações, devido às críticas de que foi alvo.

Quatro jovens estudantes brutalmente assassinados num crime misterioso
Quatro jovens estudantes foram brutalmente assassinados num crime cheio de detalhes peculiares. Não existe arma do crime, motivo nem suspeitos (… continue a ler aqui)

É sorridente e a dançar o tema I Made You Look, de Meghan Trainor, que Jessica Ayers conta o que se passou. “Há oito anos, um homem disparou e matou o meu marido. Estava no terceiro dia de pós-parto. 11 meses depois, o homem que disparou foi condenado por homicídio culposo”, começa por escrever nas informações que acompanham a dança. “Na leitura da sentença, fiz um discurso. Contei a nossa história de amor. Também disse que se alguma vez sentisse pena de si, para se recordar do meu rosto. Continua a ser um dos momentos de maior orgulho da minha vida”, conclui.

“O TikTok e as suas consequências foram um desastre para a raça humana”

Com a popularidade do vídeo vieram as críticas. “Não acredito nisso nem por um minuto”, escreve um internauta. “O TikTok e as suas consequências foram um desastre para a raça humana”, refere outro. “Dançar alegremente numa tragédia não atrairá respostas de aprovação. É por isso que ninguém dança anualmente no 11 de setembro”, argumenta um terceiro. Mas também existem pessoas que tentam entender a perspetiva de Jessica Ayers. “Como viúva, deixe-a fazer o que quiser para viver diariamente. O meu marido está morto há quase 24 anos e ainda penso nele diariamente. Se isso a ajuda, por que deveria incomodar os outros?”, defende.

“Como viúva, deixe-a fazer o que quiser para viver diariamente”

Apesar de existir quem não acredite na história, a morte do marido de Jessica é mesmo real. Tudo aconteceu em 2014, quando foi atingido por uma bala perdida, que o atingiu na nuca quando estava dentro de casa. O autor do disparo foi Charles Shisler, vizinho do casal. Que alegou ter disparado arma sem querer quando estava em casa, que ficava a uma distância de 60 metros da habitação do casal. Além do TikTok, Instagram e Facebook, Jessica tem ainda um blogue no qual relata vários momentos da sua vida.

Texto: Bruno Seruca; Fotos: Reprodução Facebook

Impala Instagram


RELACIONADOS