Vaticano nomeia bispo para o enclave angolano de Cabinda ao fim de quatro anos

Vaticano nomeia bispo para o enclave angolano de Cabinda ao fim de quatro anos

O papa Francisco nomeou terça-feira Belmiro Cuica Chissengueti, de 49 anos, como novo bispo da Igreja Católico no enclave angolano de Cabinda, decisão aguardada desde 2014, quando o anterior bispo, Filomeno Vieira Dias, foi nomeado arcebispo de Luanda.

Luanda, 04 jul (Lusa) – O papa Francisco nomeou terça-feira Belmiro Cuica Chissengueti, de 49 anos, como novo bispo da Igreja Católico no enclave angolano de Cabinda, decisão aguardada desde 2014, quando o anterior bispo, Filomeno Vieira Dias, foi nomeado arcebispo de Luanda.


De acordo com informação divulgada pelo Vaticano, Belmiro Cuica Chissengueti, natural de Chiguar, província angolana do Bié, era até agora responsável provincial da Congregação do Espírito Santo (Espiritanos) em Angola.


Ordenado padre em maio de 1996, foi ainda secretário da Comissão Justiça e Paz da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), vigário episcopal da Arquidiocese de Luanda para a Pastoral Social e coordenador da missão de observação da CEAST para as eleições de 2012.


Apesar de nomeado arcebispo de Luanda, Filomeno Vieira Dias mantinha-se desde 2014 como administrador apostólico de Cabinda.


Em comunicado enviado hoje à agência Lusa, o Ministério da Cultura de Angola, que tem a superintendência da fiscalização da atividade religiosa no país, já saudou a nomeação da Santa Sé, sublinhando o “brio” com que Belmiro Cuica Chissengueti desempenhou as várias funções ao serviço da Igreja Católica angolana.


“Reafirmamos a disponibilidade do Ministério da Cultura em continuar a trabalhar em parceria com a Igreja Católica para a educação da sociedade e em particular dos mais jovens num espírito de paz, fraternidade e reconciliação, por uma Angola mais próspera e desenvolvida”, lê-se na mensagem assinada pela ministra Carolina Cerqueira.



PVJ // EL

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Vaticano nomeia bispo para o enclave angolano de Cabinda ao fim de quatro anos

O papa Francisco nomeou terça-feira Belmiro Cuica Chissengueti, de 49 anos, como novo bispo da Igreja Católico no enclave angolano de Cabinda, decisão aguardada desde 2014, quando o anterior bispo, Filomeno Vieira Dias, foi nomeado arcebispo de Luanda.