Várias frentes de fogo continuam ativas na Grécia apesar das chuvas

As chuvas que se fizeram sentir na Grécia durante a noite ajudaram a “melhorar a situação” dos incêndios, mas centenas de bombeiros e habitantes continuam a tentar controlar os fogos ativos, segundo um autarca do Peloponeso.

Várias frentes de fogo continuam ativas na Grécia apesar das chuvas

Várias frentes de fogo continuam ativas na Grécia apesar das chuvas

As chuvas que se fizeram sentir na Grécia durante a noite ajudaram a “melhorar a situação” dos incêndios, mas centenas de bombeiros e habitantes continuam a tentar controlar os fogos ativos, segundo um autarca do Peloponeso.

“Há frentes de fogo que continuam ativas” na ilha de Eubeia, na Arcádia e na região de Messinia e em vários pontos da península do Peloponeso onde se verificam “reacendimentos constantes”, de acordo com fontes dos bombeiros locais.  

Um novo incêndio foi detetado hoje de manhã em Aspropyrgos, uma zona industrial a 30 quilómetros a oeste de Atenas. 

De acordo com os serviços de meteorologia, as temperaturas máximas vão baixar para os 33º e a chuva que se fez sentir durante a noite no centro da Grécia ajudaram a “melhorar a situação” disse à France Presse o presidente da Câmara de Gortynia, Stathis Koulis. 

A cidade situada na região montanhosa de Arcádia, Peloponeso, é a zona mais atingida da península onde o terreno acidentado dificulta o trabalho dos bombeiros. 

Cerca de 20 aldeias foram evacuadas nos últimos dias da zona de Gortynia onde se encontram 680 bombeiros ajudados por uma equipa de combate a fogos enviada pelo governo francês, composta por mais de 100 elementos e que contam com o auxílio de meios aéreos. 

Vários países da Europa enviaram para a Grécia um total de 1.200 bombeiros e veículos de combate a incêndios.

Três pessoas morreram na sequência dos fogos que já destruíram 100 mil hectares de floresta desde o passado dia 29 de julho, de acordo com o organismo europeu de informação sobre fogos florestais (EFFIS).

Nos últimos oito dias foram registados 586 incêndios em todo o país afetado por uma onda de calor. 

 

PSP // SB

Lusa/Fim

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS