ALERTA UNICEF | Dezenas de crianças morreram devido aos conflitos na Venezuela

Na sequência dos tumultos vividos nos últimos dias e horas na Venezuela, que têm vindo a somar dezenas de vítimas, a UNICEF lançou um apelo especial para a proteção de crianças e adolescentes neste país

ALERTA UNICEF | Dezenas de crianças morreram devido aos conflitos na Venezuela

Na sequência dos tumultos vividos nos últimos dias e horas na Venezuela, que têm vindo a somar dezenas de vítimas, a UNICEF lançou um apelo especial para a proteção de crianças e adolescentes neste país

A Venezuela vive uma profunda crise económica, social e política. Entre os confrontos das forças de Nicolás Maduro e Juan Guaidó, a proteção das crianças e adolescentes tornou-se vulnerável. Dezenas de menores já morreram ou ficaram feridos e milhares vivem num contexto de miséria, doença e fome.

Tendo em conta os tumultos vividos nos últimos dias, a UNICEF deixa um apelo para que a vida das crianças e jovens não seja menosprezada. Neste sentido a organização pede «aos manifestantes e às forças de segurança para evitar a violência e garantir a proteção de crianças e adolescentes, em todos os locais e em todos os momentos».  Sobre as detenções de adolescentes, a UNICEFF recorda que os menores «devem ser tratados de acordo com os princípios da Convenção sobre os Direitos da Criança – que a Venezuela ratificou – para garantir que os seus direitos são respeitados».

Fazer face à crise

Por último, a organização, que continuará a lutar pelos direitos das crianças na Venezuela, reforça a necessidade de que os «intervenientes participem nas negociações políticas de forma inclusiva e confiável, para fazer face à longa crise do país»

 

LEIA MAIS 

Mary Oloiparuni tinha 13 anos quando foi mutilada

Por que voltou o Mundo a falhar na proteção das crianças em 2018?

Previsão do tempo para quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Impala Instagram


RELACIONADOS