União Europeia disponibiliza 40 ME para travar violência contra mulher em Moçambique

A União Europeia vai financiar com 40 milhões de euros o programa “Spotlight”, a implementar em Moçambique pelas Nações Unidas e que pretende eliminar todas as formas de violência contra mulheres e raparigas.

União Europeia disponibiliza 40 ME para travar violência contra mulher em Moçambique

União Europeia disponibiliza 40 ME para travar violência contra mulher em Moçambique

A União Europeia vai financiar com 40 milhões de euros o programa “Spotlight”, a implementar em Moçambique pelas Nações Unidas e que pretende eliminar todas as formas de violência contra mulheres e raparigas.

“Este programa vai priorizar o trabalho com as comunidades para a mudança de mentalidade quanto aos direitos das mulheres e raparigas”, disse à Lusa a ministra do Género, Criança e Ação Social de Moçambique, Cidália Chaúque.

Num período de quatro anos, a iniciativa vai beneficiar cerca de seis milhões de pessoas em dez distritos das províncias de Nampula, Manica e Gaza, regiões que têm registado mais casos de violação dos direitos da mulher e da rapariga.

“As lideranças nas comunidades têm aqui, neste programa, um papel muito importante, na medida em que uma das principais apostas é a mudança de mentalidade”, frisou a governante.

Para o diretor-geral da Cooperação Internacional e do Desenvolvimento da Comissão Europeia, Stefano Manservisi, o programa é importante também por apostar na luta contra a violência doméstica contra mulheres.

“Nós queremos mobilizar as pessoas para que se preste atenção à violência contra as mulheres. Este é um dos crimes mais horríveis”, disse Stefano Manservisi, lembrando que, num conjunto de oito países selecionados, Moçambique é o primeiro Estado africano em que o programa é lançado.

Dados oficiais indicam que, no ano passado, Moçambique registou cerca de 25 mil casos de violência doméstica, dos quais 12 mil foram contra mulheres.

O “Spotlight” é um programa global, lançado em 2017 e que está orçado em cerca de 500 milhões de euros, valor que será usado em diferentes países para apoiar diversas iniciativas de luta contra a violação dos direitos da mulher e da rapariga.

EYAC // PVJ

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS