Uma em cada cinco angolanas foi vítima de violência doméstica no último ano

Uma em cada cinco angolanas foi vítima de violência doméstica no último ano

Uma em cada cinco mulheres angolanas (21,7%) diz ter sido vítima de violência física “frequentemente ou às vezes” no último ano, de acordo com um estudo temático publicado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) de Angola.

Segundo o estudo, quase um terço (31,7%) da população feminina com idade entre os 15 e os 49 anos afirma ainda ter sido vítima de violência doméstica em algum momento da sua vida.

A partir dos 20 anos, a percentagem de mulheres que sofreram violência física estabiliza, tendo uma variação entre os 32,9% e os 35,6%.

Ainda assim, 22,2% da mais jovem faixa etária analisada – entre os 15 e os 19 anos – já foi vítima de violência física.

As províncias de Malanje (com 56%) e Lunda Norte (52%) registam o maior número de mulheres que assumiram ter sido vítimas de violência doméstica ao longo da sua vida.

No outro lado do espectro, a província de Cuando Cubango, com 8%, apresenta o menor número de casos relatados de violência contra mulheres dentro do agregado familiar.

Na capital angolana, Luanda, 30% das mulheres dizem já ter sido vítimas de violência física.

O relatório assinala ainda a existência de violência física cometida por mulheres contra o parceiro, tendo este número alcançado os 5%, no último ano, enquanto 6% dos homens afirmam já terem sido vítimas em algum momento.

Segundo o Recenseamento da População e Habitação de 2014, Angola contava com 5.544.834 agregados familiares, com uma média de 4,2 pessoas por agregação, e dos quais 62,2% (3.447.463) eram chefiados por homens e os restantes 37,8% (2.097.371) por mulheres.

Em Angola, 48% dos homens estão casados ou em união de facto, um número que, no caso das mulheres, sobe até aos 55%.

A nível de casamentos, é possível observar que a média de idades no primeiro casamento das mulheres é inferior à dos homens.

Nas várias faixas etárias, a média de idades de mulheres aquando do primeiro casamento varia entre os 20,4 anos e os 20,7 anos, ao passo que a dos homens varia entre os 23,7 anos e os 25,5 anos.

Cerca de 5% das 3.444 mulheres entrevistadas entre os 15 e os 19 anos afirmaram já estar casadas aos 15 anos.

O estudo conduzido pelo INE e pelo Inquérito de Indicadores Múltiplos e de Saúde (IIMS), entrevistou 19.800 pessoas – 14.379 mulheres e 5.421 homens – entre 2015 e 2016.

JYO // JH

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Uma em cada cinco angolanas foi vítima de violência doméstica no último ano

Uma em cada cinco mulheres angolanas (21,7%) diz ter sido vítima de violência física “frequentemente ou às vezes” no último ano, de acordo com um estudo temático publicado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) de Angola.