Ucrânia: Associação das Ligas Europeias de futebol expulsa Rússia

As duas principais ligas de futebol da Rússia foram expulsas da Associação das Ligas Europeias (EL), na sequência da ofensiva militar russa na Ucrânia, anunciou hoje o organismo, em comunicado.

Ucrânia: Associação das Ligas Europeias de futebol expulsa Rússia

Ucrânia: Associação das Ligas Europeias de futebol expulsa Rússia

As duas principais ligas de futebol da Rússia foram expulsas da Associação das Ligas Europeias (EL), na sequência da ofensiva militar russa na Ucrânia, anunciou hoje o organismo, em comunicado.

“A direção da EL decidiu hoje, face às atuais e trágicas circunstâncias, expulsar a Liga russa de futebol (membro ordinário) e a primeira divisão russa de futebol (membro associativo) da EL”, refere o organismo.

Na mesma nota, a EL deixa uma palavra de “solidariedade a todos as pessoas na Ucrânia, desejando que a situação no país regresse rapidamente à normalidade”.

A Associação das Liga Europeias representa mais de 1.000 clubes envolvidos em 37 ligas profissionais e associações de futebol de 30 países na Europa, entre as quais a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).

A Rússia lançou na madrugada de 24 de fevereiro uma ofensiva militar com três frentes na Ucrânia, com forças terrestres e bombardeamentos em várias cidades. As autoridades de Kiev contabilizaram, até ao momento, mais de 2.000 civis mortos, incluindo crianças, e, segundo a ONU, os ataques já provocaram mais de um milhão de refugiados na Polónia, Hungria, Moldova e Roménia, entre outros países.

O Presidente russo, Vladimir Putin, justificou a “operação militar especial” na Ucrânia com a necessidade de desmilitarizar o país vizinho, afirmando ser a única maneira de a Rússia se defender e garantindo que a ofensiva durará o tempo necessário.

O ataque foi condenado pela generalidade da comunidade internacional, e a União Europeia e os Estados Unidos, entre outros, responderam com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas para isolar ainda mais Moscovo.

MO // NFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS