Avistados pela primeira vez tubarões mutantes no Oceano Pacífico [vídeo]

Primeiros tubarões mutantes descobertos a partir de imagens recolhidas pela NASA a partir do Espaço. Surgiram no novo habitat criado por um vulcão submerso ativo no Oceano Pacífico.

Avistados pela primeira vez tubarões mutantes no Oceano Pacífico [vídeo]

Primeiros tubarões mutantes descobertos a partir de imagens recolhidas pela NASA a partir do Espaço. Surgiram no novo habitat criado por um vulcão submerso ativo no Oceano Pacífico.

Um satélite da NASA capturou o momento em que um enorme vulcão submarino entrou em erupção nas profundezas do Oceano Pacífico. Este vulcão em particular – o Kavachi – é conhecido pelos cientistas depois de um estudo oceânico que ocorreu em 2015. Os investigadores descobriram que peixes e tubarões habitam as águas ácidas superaquecidas com infusão de enxofre em torno do vulcão. A água contém fragmentos de rocha vulcânica e acredita-se que os tubarões podem ter sofrido mutações para ajudá-los a lidar com as condições extremas, surgindo dessa forma os primeiros tubarões mutantes.

Para ler depois
Os esquemas financeiros que impulsionam Liverpool e Real Madrid, finalistas da Liga dos Campeões
Defrontam-se na final da Liga dos Campeões deste sábado duas equipas de futebol, Liverpool e Real Madrid, dois dos colossos do futebol atual. Mas há muito mais em jogo e não são propriamente as táticas: são os esquemas financeiros por trás destes clubes (… continue a ler aqui)

“Populações de animais gelatinosos, pequenos peixes e tubarões foram observados no interior da cratera ativa, levantando novas questões sobre a ecologia de vulcões submarinos ativos e os ambientes em que grandes animais marinhos podem existir”, descreveram os cientistas na altura. “Amostras do cume recolhidas indicam populações quimiossintéticas dominadas por ε-proteobactérias redutoras de enxofre.” Dois tipos de tubarão – o sedoso e o tubarão-martelo – foram filmados a nadarem perto do vulcão durante uma exploração científica.

Primeiros tubarões mutantes acabaram por dar um cognome ao vulcão

Nos anos seguintes, os cientistas têm pesquisado as criaturas que vivem à volta e no interior do enorme vulcão, cuja base se estende por 1,2 quilómetros até o fundo do oceano. Kavachi recebeu por isso o apelido de Sharkcano, devido aos habitantes que vivem naquelas condições adversas. A recente erupção foi capturada pela NASA, com o auxílio do Operational Land Imager – poderoso telescópio a bordo do satélite Landsat 8, em órbita, capaz de tirar fotografias detalhadas da Terra e do Mar a partir do espaço.

A imagem da NASA mostra uma grande nuvem de água descolorida a ser emitida do vulcão submerso. Segundo a agência espacial, formada ao longo de vários dias, entre abril e maio deste ano. “Antes desta atividade recente, grandes erupções foram observadas em Kavachi, em 2014 e antes, em 2007”, explicou a NASA, em comunicado. “O vulcão entra em erupção quase continuamente e os habitantes de ilhas próximas relatam frequentemente vapor e cinzas. “A ilha tem o nome de um deus do mar dos povos Gatokae e Vangunu e é também referido como Rejo te Kvachi, ou Forno de Kavachi.”

Impala Instagram


RELACIONADOS