Polícia encontra indícios de tráfico de seres humanos em loja chinesa

Polícia encontra indícios de tráfico de seres humanos em loja chinesa

A GNR encontrou esta sexta-feira, dia 11 de janeiro, indícios de tráfico de seres humanos numa loja explorada por chineses no Seixal, Almada.

A GNR de Almada realizou durante a noite desta sexta-feira, dia 11 de janeiro, uma operação de fiscalização a uma loja chinesa no Seixal. Suspeitas de trabalho ilegal e insalubridade pública motivaram o início desta investigação. As autoridades acabaram por encontrar outra coisa: indícios de tráfico de seres humanos.

LEIA MAIS: Casal deixa senhorio violar a filha para não pagarem renda

Segundo o Jornal de Notícias, a GNR encontrou no local a residir 17 cidadãos de nacionalidade nepalesa, quatro cidadãos de nacionalidade chinesa, um romeno, uma brasileira e um português.

Tráfico em loja chinesa | Foram encontrados 2 cães com maus tratos

Três dos cidadãos naturais do Nepal foram notificados para abandonar o país. Os outros 14 foram realojados pela Segurança Social em Lisboa. Foram passados 36 autos por infrações à legislação laboral. Foram ainda encontrados, segundo a publicação, indícios do crime de maus tratos a animais (dois cães).

Não houve detenções e o caso está agora no Ministério Público do Seixal vai agora decidir a abertura ou não de um inquérito criminal pelo crime de tráfico de seres humanos.

LEIA MAIS: Previsão do tempo para segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Texto: Redação WIN - Conteúdos Digitais

 

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Polícia encontra indícios de tráfico de seres humanos em loja chinesa

A GNR encontrou esta sexta-feira, dia 11 de janeiro, indícios de tráfico de seres humanos numa loja explorada por chineses no Seixal, Almada.