Suspeito de atear incêndio que deixou 21 desalojados em Santarém em pisão preventiva

O suspeito de ter ateado o incêndio numa habitação em Santarém, na passada quinta, que deixou 21 pessoas desalojadas, vai ficar preso preventivamente, afirma um comunicado da Polícia Judiciária.

Suspeito de atear incêndio que deixou 21 desalojados em Santarém em pisão preventiva

Suspeito de atear incêndio que deixou 21 desalojados em Santarém em pisão preventiva

O suspeito de ter ateado o incêndio numa habitação em Santarém, na passada quinta, que deixou 21 pessoas desalojadas, vai ficar preso preventivamente, afirma um comunicado da Polícia Judiciária.

O homem, de 30 anos, terá ateado o fogo “aparentemente por razões fúteis de vingança sobre o seu ex-senhorio”, provocando o incêndio na residência onde anteriormente habitava e de onde tinha sido despejado.

Para o efeito, arrombou a porta “e regou algumas roupas com álcool em três locais no interior da habitação, as quais ateou com um isqueiro”, afirma a nota.

Incêndio destrói parcialmente habitação

“A habitação ficou parcialmente destruída, tendo sido elevado o perigo de propagação do incêndio à totalidade do imóvel (três andares com duas habitações por piso e com escada e estrutura em madeira) e o risco para a vida dos habitantes”, acrescenta.

Segundo a PJ, as consequências só não foram mais graves graças à “pronta intervenção dos bombeiros”.

A habitação, na Rua Alexandre Herculano, situa-se nas proximidades do quartel dos Bombeiros Municipais de Santarém, que debelaram o incêndio momentos depois do alerta, dado cerca da 01:00 de quinta-feira.

Os habitantes do prédio foram alojados provisoriamente, com o apoio dos serviços sociais da Câmara Municipal de Santarém.

LEIA MAIS
Neste casamento não há carne. Noiva exclui convidados que não são vegan
Previsão do tempo para terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

 

Impala Instagram


RELACIONADOS