Suspeito do desaparecimento de Maddie acusado na Alemanha de crimes sexuais em Portugal

Christian Brueckner, suspeito do desaparecimento de Madeleine McCann em 2007 no Algarve, foi acusado na Alemanha de vários crimes sexuais cometidos em Portugal entre 2000 e 2017, divulgou hoje a Procuradoria alemã, citada por AFP e Sky News.

Suspeito do desaparecimento de Maddie acusado na Alemanha de crimes sexuais em Portugal

Suspeito do desaparecimento de Maddie acusado na Alemanha de crimes sexuais em Portugal

Christian Brueckner, suspeito do desaparecimento de Madeleine McCann em 2007 no Algarve, foi acusado na Alemanha de vários crimes sexuais cometidos em Portugal entre 2000 e 2017, divulgou hoje a Procuradoria alemã, citada por AFP e Sky News.

A procuradoria de Brunswick adiantou que as acusações agora deduzidas contra Christian Brueckner não se relacionam com o caso do desaparecimento da criança britânica num aldeamento turístico na Praia da Luz, Lagos, Algarve. Christian Brueckner, 45 anos, suspeito do desaparecimento de Maddie, foi acusado na Alemanha de outros cinco crimes e ofensas sexuais cometidos entre 2000 e 2017 em Portugal. Brueckner, que está detido em Kiel, Alemanha, foi agora acusado formalmente de três crimes de violação e dois de abusos sexuais de crianças em território português.

Entre os crimes de que Christian Bruckner está acusado figura a violação de uma idosa de 70 anos, alegadamente perpetrado entre 2000 e 2006 e cuja agressão o suspeito teria filmado. Embora as acusações contra Brueckner não estejam ligadas ao caso Maddie, os investigadores alemães têm vindo, desde 2020, a apontá-lo como o principal suspeito do desaparecimento e alegado homicídio da criança britânica.

Brueckner foi também acusado pelos procuradores alemães de ter amarrado uma jovem alemã de 14 anos a um poste, tendo abusado e agredido da menor. Outra acusação que lhe é imputada reporta-se a uma alegada violação de uma irlandesa de 20 anos, em cuja casa, na Praia da Rocha, entrou pela varanda.

Suspeito do desaparecimento de Maddie acusado na Alemanha de crimes sexuais em Portugal
Brueckner é um criminoso sexual reincidente que foi condenado, entre outras crimes, por abuso sexual de crianças, refere a acusação alemã

As investigações do Ministério Público alemão relativas ao desaparecimento de Maddie prosseguem, mas ainda não existe qualquer acusação formal de homicídio contra Brueckner. Madeleine McCann, mais conhecida por Maddie, desapareceu em 03 de maio de 2007, pouco antes de completar o seu quarto aniversário, quando passava férias com os pais e irmãos na Praia da Luz.

“Os meus colegas estão a trabalhar nestes outros casos para se fechar este segmento [da investigação] num futuro próximo. Quando estiver concluído, lidaremos exclusivamente com o caso Maddie”, disse à AFP Hans Christian Wolters, porta-voz da Procuradoria de Brunswic sobre as investigações em curso.

Brueckner é um criminoso sexual reincidente que foi condenado, entre outras crimes, por abuso sexual de crianças, refere a acusação alemã, especificando que o arguido cumpre atualmente uma pena de sete anos de prisão pelo crime de violação, também alegadamente cometido em Portugal, em 2005, na mesma área, onde dois anos depois, Maddie viria a desaparecer. Os investigadores alemães acreditam que Christian Brueckner matou Madeleine depois de ter sequestrado a criança britânica. O suspeito negou qualquer envolvimento no caso.

Impala Instagram


RELACIONADOS