Suspeito de balear mortalmente a filha na passagem de ano em Ovar fica em liberdade

O homem, que está indiciado pelos crimes de homicídio e posse de arma proibida, foi detido após ter baleado mortalmente a filha de 43 anos, na noite de 31 de dezembro, pelas 21h00.

Suspeito de balear mortalmente a filha na passagem de ano em Ovar fica em liberdade

Suspeito de balear mortalmente a filha na passagem de ano em Ovar fica em liberdade

O homem, que está indiciado pelos crimes de homicídio e posse de arma proibida, foi detido após ter baleado mortalmente a filha de 43 anos, na noite de 31 de dezembro, pelas 21h00.

O homem de 68 anos detido por alegadamente ter baleado mortalmente a própria filha durante os festejos do ano novo, em Ovar, ficou em liberdade mediante apresentações periódicas às autoridades, informou esta quinta-feira, 2 de janeiro, fonte policial.

LEIA DEPOIS

Descarrilamento interrompe a circulação no Metro do Porto

Ovar | Genro do suspeito ficou ferido

Segundo a mesma fonte, o suspeito foi presente esta quinta-feira a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de apresentações semanais no posto policial da área de residência.

O homem, que está indiciado pelos crimes de homicídio e posse de arma proibida, foi detido após ter baleado mortalmente a filha de 43 anos, na noite de 31 de dezembro, pelas 21h00.

De acordo com a GNR, a mulher morreu vítima de um «disparo acidental» provocado pelo próprio pai. Segundo a mesma fonte, o disparo feriu também o genro do suspeito que foi transportado para o hospital, com ferimentos numa orelha..

Lusa

LEIA MAIS

Meteorologia: O tempo para esta sexta-feira, 3 de janeiro

Impala Instagram


RELACIONADOS