Submarino com três toneladas de droga passa por Portugal

Um submarino carregado com 3.000 quilogramas de cocaína passou por Cabo Verde e por Portugal antes de ser intercetado no domingo na Galiza, em Espanha.

Submarino com três toneladas de droga passa por Portugal

Submarino com três toneladas de droga passa por Portugal

Um submarino carregado com 3.000 quilogramas de cocaína passou por Cabo Verde e por Portugal antes de ser intercetado no domingo na Galiza, em Espanha.

Um submarino carregado com 3.000 quilogramas de cocaína passou por Cabo Verde e por Portugal antes de ser intercetado no domingo na Galiza, em Espanha, segundo a imprensa regional espanhola. A embarcação, que partiu da América Latina, tinha a bordo três tripulantes, dois dos quais foram detidos no domingo, enquanto um terceiro conseguiu fugir, de acordo com fontes da Guarda Civil espanhola que não faz declarações enquanto a operação estiver a decorrer.

LEIA DEPOIS
Pastor morre após ser atacado por animais selvagens

 Levará várias horas até que o submarino possa voltar a flutuar

As autoridades espanholas estão a tentar aceder ao interior do submarino, encalhado numa península no município de Cangas de Morrazo, na Galiza. Na operação, que ainda decorre, estão a participar agentes da Guarda Civil, Polícia Nacional e da Agência Tributária. Dois cidadãos equatorianos e outro espanhol cruzaram o Atlântico a bordo da embarcação, tendo chegado a Cabo Verde e seguido para norte, até Portugal, segundo A Voz da Galiza. Ao largo de Lisboa, o submarino ficou a 40 milhas da costa e navegou paralelamente a esta até Espanha.

O diário assegura que “a Polícia Judiciária Lusa estava ao corrente e foi atrás deles sem sucesso” no sábado, numa operação coordenada pelo Centro de Análise e Operações Marítimas em Matéria de Narcotráfico (Maoc-N), uma organização internacional com sede em Lisboa. As autoridades espanholas estavam ao fim do dia de domingo a tentar pôr a flutuar o submarino de vinte metros de comprimento, que tinha dado à costa na noite de sábado para domingo e ficado submerso.

Segundo a imprensa galega, os responsáveis pela operação calculam que levará várias horas até que o submarino possa voltar a flutuar e até que seja verificada a quantidade exata de droga, que se estima entre 3.000 e 3.500 quilogramas. Os investigadores também estão a tentar esclarecer se o submarino navegou da América do Sul até Espanha com a carga ou se a droga foi introduzida no veículo em algum ponto do alto mar, um sistema de transporte de drogas comum na América e não muito utilizado na Europa.

LEIA MAIS
Julian Assange «pode morrer na prisão», alertam médicos
Irlandês declara-se culpado no caso dos 39 mortos encontrados em camião

Impala Instagram


RELACIONADOS