Sobe para 41 o número de mortos no avião que se incendiou na Rússia

Pelo menos 41 ocupantes de um avião de passageiros da companhia Aeroflot morreram depois de o aparelho se ter incendiado este domingo no aeroporto de Sheremetyovo, em Moscovo.

Sobe para 41 o número de mortos no avião que se incendiou na Rússia

Sobe para 41 o número de mortos no avião que se incendiou na Rússia

Pelo menos 41 ocupantes de um avião de passageiros da companhia Aeroflot morreram depois de o aparelho se ter incendiado este domingo no aeroporto de Sheremetyovo, em Moscovo.

Pelo menos 41 ocupantes de um avião de passageiros da companhia Aeroflot morreram depois de o aparelho se ter incendiado este domingo, 5 de maio, à tarde no aeroporto de Sheremetyovo, em Moscovo, anunciou o comité de investigação russo.

Dos 78 ocupantes do avião Sukhoi Superjet-100, que se incendiou após efetuar uma aterragem de emergência, só há 37 sobreviventes, segundo a porta voz da entidade, Svetlana Petrenko, citada pela agência Interfax. Inicialmente, os meios de comunicação russos indicaram 79 ocupantes – 73 passageiros e seis membros da tripulação – dos quais 13 tinham morrido e seis ficado feridos.

«O avião emitiu um pedido de socorro depois de ter levantado voo. Solicitou duas vezes uma aterragem de emergência e quando finalmente se fez à pista já ia em chamas», disse uma fonte à agência de notícias Interfax.

Os serviços de socorro referem que foram enviadas para o aeroporto várias ambulâncias. As imagens da televisão russa mostraram uma enorme coluna de fumo e o avião em chamas durante a tentativa de aterragem, enquanto os passageiros da frente da aeronave eram retirados.

Segundo a agência Ria Novosti, o avião de passageiros fazia a rota entre Moscovo e Murmansk (norte da Rússia) e um mau funcionamento elétrico pode ser a causa do incêndio durante o voo.

LEIA MAIS

Previsão do tempo para segunda-feira, 6 de maio

Descoberta a partir de orquídea pode ajudar no tratamento de cancro

 

Impala Instagram


RELACIONADOS