Sismo com magnitude 5,0 entre os mais de 30 registados em La Palma nas últimas horas

O Instituto Geográfico Nacional espanhol detetou 31 sismos nas últimas horas em La Palma, incluindo um com magnitude 5,0 na escala de Richter a 38 quilómetros de profundidade.

Sismo com magnitude 5,0 entre os mais de 30 registados em La Palma nas últimas horas

Sismo com magnitude 5,0 entre os mais de 30 registados em La Palma nas últimas horas

O Instituto Geográfico Nacional espanhol detetou 31 sismos nas últimas horas em La Palma, incluindo um com magnitude 5,0 na escala de Richter a 38 quilómetros de profundidade.

Santa Cruz de Tenerife, Espanha, 13 nov 2021 (Lusa) — O Instituto Geográfico Nacional (IGN) espanhol detetou 31 sismos nas últimas horas em La Palma, incluindo um com magnitude 5,0 na escala de Richter a 38 quilómetros de profundidade, sentido com uma intensidade máxima entre IV e V.

O sismo com maior magnitude, 5,0, foi registado pelas 06:52 locais (mesma hora em Lisboa) em Mazo e registaram-se valores entre IV (amplamente observado) e V (forte) na escala de intensidade microssísmica, indicando possibilidade de oscilação de objetos dentro de casas.

Por sua vez, o Instituto Vulcanológico das Canárias (Involcan), citado pela agência noticiosa Efe, indicou que este terramoto foi sentido de forma ampla na ilha, embora a medição tenha registado uma magnitude local de 4,2 na escala de Richter, sendo um dos mais fortes na atual reativação vulcânica.

O IGN apontou também que 31 sismos foram localizados na área afetada pela reativação do vulcão Cumbre Vieja, com a maioria com o hipocentro a 30 quilómetros de profundidade.

A instituição acrescentou também que a coluna de gás e cinzas atingiu hoje 3.100 metros na direção sudoeste.

Os porta-vozes científicos do Plano de Emergências Vulcânicas das Canárias (Pevolca) afirmaram que são esperados movimentos sísmicos de grande magnitude e intensidade a profundidades intermédias, entre 10 e 15 quilómetros, e maiores, superiores a 20 quilómetros.

Na quarta-feira, a lava do vulcão Cumbre Vieja voltou a alcançar as águas do Atlântico perto da praia de Los Guirres.

O choque térmico entre a lava, a uma temperatura acima dos 800 graus centígrados, e o mar está a provocar colunas de vapor de água com partículas de ácido clorídrico, que podem ser perigosas para a saúde nas zonas mais próximas do ponto de emissão.

Todos os bairros e casas em redor da praia de Los Guirres (leste de La Palma, uma das ilhas do arquipélago espanhol das Canárias) foram evacuados nas últimas semanas, devido à ameaça que representava o lento avanço da lava.

O Departamento de Segurança Nacional espanhol avançou, então, que a área afetada pelo vulcão Cumbre Vieja, que iniciou a sua atividade em 19 de setembro, atinge 988,27 hectares.

JYO (FPB) // ZO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS