Secretário de Estado assegura que não há feridos graves do acidente em Nisa

Secretário de Estado assegura que não há feridos graves do acidente em Nisa

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde assegurou hoje que não há feridos graves do despiste de um autocarro em Nisa, que provocou a morte de um estudante e mais de 30 feridos.

Abrantes, 08 abr (Lusa) – O secretário de Estado Adjunto e da Saúde assegurou hoje que não há feridos graves do despiste de um autocarro em Nisa, que provocou a morte de um estudante do secundário e mais de 30 feridos.

No Hospital de Abrantes deram entrada 13 feridos, um deles inicialmente considerado em estado grave: uma rapariga de 18 anos com suspeita de traumatismo craniano, segundo o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, que se deslocou ao local.

Fernando Araújo disse que a jovem está consciente e estável e que os exames feitos “não demonstraram lesões graves”.

A diretora clínica do hospital, Cristina Gonçalves, disse também que “já não há feridos graves” no Hospital de Abrantes.

Segundo o secretário de Estado, os 12 feridos ligeiros que deram entrada naquele hospital podem ter alta nas próximas horas.

Fernando Araújo disse ainda que os 16 feridos, entre eles o motorista do autocarro, transferidos para Portalegre e os quatro conduzidos para Castelo Branco apresentam todos ferimentos ligeiros.

O acidente provocou a morte a um rapaz de 18 anos, precisou o secretário de Estado.

Anteriormente, fontes da Proteção Civil e da GNR tinham indicado que a vítima mortal tinha 20 anos e que o acidente tinha provocado quatro feridos graves e 29 ligeiros, distribuídos entre os hospitais de Portalegre, Abrantes e Castelo Branco.

Os restantes 15 passageiros foram assistidos no local do acidente e foram transportados para Nisa para serem acolhidos pelo Serviço Municipal de Proteção Civil.

O despiste ocorreu pelas 17:56 no Itinerário Principal 2 (IP2), entre o nó de Arez e a Barragem de Fratel, concelho de Nisa, distrito de Portalegre.

O autocarro transportava, além do motorista, 48 passageiros, sobretudo jovens entre os 18 e os 23 anos provenientes da Covilhã e de Belmonte, que estavam a regressar de uma viagem de finalistas, segundo fontes da Proteção Civil e da GNR.

MYF/SP // MP

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Secretário de Estado assegura que não há feridos graves do acidente em Nisa

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde assegurou hoje que não há feridos graves do despiste de um autocarro em Nisa, que provocou a morte de um estudante e mais de 30 feridos.