Desde que está na prisão, Rosa Grilo já foi três vezes à missa

Rosa Grilo costuma frequentar a missa no estabelecimento prisional de Tires, apesar de não ser católica. A viúva tem mantido as suas rotinas, como ler, limpar a cela e escrever cartas à imprensa.

Rosa Grilo, acusada de ter matado o marido com o amante António Joaquim, revela à revista TV Mais que costuma ir à missa, mas não é católica.

LEIA MAIS: Mulher de triatleta termina relação com o amante: «Espero nunca mais ter de lhe dirigir uma palavra»

A mulher de Luís Grilo mantém algumas rotinas, para passar o tempo. Entre leituras e cartas escritas à imprensa, a viúva revela a importância que estes rituais têm tido na sua vida. «A missa é como uma ‘aula de coaching’. Motiva-nos e dá confiança.» «Ele tem um coração enorme», diz, sobre o sacerdote.

Rosa Grilo sente-se uma «mulher mudada». Afirma-se inocente e tem esperança de sair da prisão no próximo ano. Diz não ter qualquer problema com as outras detidas, mas há quem não lhe fale. «Há pessoas com quem se cria mais empatia e outras menos. Apenas duas ou três senhoras não me falam por me considerarem ‘inferior’ pelo tipo de crime», descreve em entrevista à publicação.

Até lá, a amante de António Joaquim tem também passado o tempo a limpar. Encarcerada numa cela individual, Rosa diz que faz tudo para a manter limpa e o mais confortável possível. «Passo o tempo a lavar tudo.»

Grande parte do tempo, Rosa Grilo escreve para o exterior através de cartas e mantém um país inteiro agarrado às suas versões sobre a morte do marido, o triatleta Luís Grilo.

Rosa Grilo: «O pior Natal»

Questionada sobre a época natalícia que se aproxima, Rosa Grilo revelou que este será o «pior natal». O que mais lhe tem custado é estar longe do filho. Apesar de não passar o Natal com Renato de 13 anos, a mulher acredita que a família «vai conseguir manter o espírito natalício e vão ser fortes pelo menino».

Ao Pai Natal, Rosa pediu uma máquina do tempo para «poder regressar a todos os momentos bons que vivi e fui feliz».

LEIA MAIS: Sangue do triatleta na arma do crime trama viúva

Texto: Redação WIN - Conteúdos Digitais

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Desde que está na prisão, Rosa Grilo já foi três vezes à missa

Rosa Grilo costuma frequentar a missa no estabelecimento prisional de Tires, apesar de não ser católica. A viúva tem mantido as suas rotinas, como ler, limpar a cela e escrever cartas à imprensa.