Amigos de Luís Grilo sabiam da existência de seguros: «Foram reforçados pela Rosa»

«A Rosa acabou de reforçar o meu seguro de vida para compensar em caso de algum acidente», terá dito o triatleta, a um dos amigos.

Amigos de Luís Grilo sabiam da existência de seguros: «Foram reforçados pela Rosa»

«A Rosa acabou de reforçar o meu seguro de vida para compensar em caso de algum acidente», terá dito o triatleta, a um dos amigos.

Esta terça-feira, 8 de outubro, foram ouvidas, no Tribunal de Loures, nove testemunhas do processo em que Rosa Grilo e António Joaquim estão acusados da morte de Luís Grilo, marido da arguida. Na parte da manhã, prestaram depoimento a empregada doméstica da família Grilo, que confirmou ter existido mudanças no quarto de hóspedes, depois do desaparecimento do triatleta; o treinador da vítima e uma amiga de faculdade, que afirma que Luís Grilo lhe confessou ter sido ameaçado por um «parceiro angolano». Durante a tarde, foram ouvidos vários amigos e colegas de treino de Luís Grilo. Três dos quais afirmam saber da existência de seguros e garantiram que terá sido Rosa Grilo a insistir para o triatleta os fazer.

LEIA DEPOIS

Amiga do triatleta confirma tese dos angolanos: «Estava a ser ameaçado»

Amigos do triatleta garantem que foi Rosa Grilo a insistir para que os seguros fossem feitos

«A Rosa acabou de reforçar o meu seguro de vida para compensar em caso de algum acidente», terá dito o triatleta, a um dos amigos ouvidos esta terça-feira, acrescentando ainda: «Se acontecer alguma coisa, a gaja fica rica». Numa outra ocasião, e com uma amiga, também testemunha deste processo, Luís Grilo também falou da existência dos seguros e terá dito, em tom de brincadeira: «Agora é que a Rosa vai dar cabo de mim».

Luís Grilo terá confessado a um outro colega de treino que terá sido a mulher a alertá-lo para a «necessidade de fazerem um seguro face aos perigos que corria durante as provas». Meses antes do desaparecimento do triatleta, um dos atletas que pertenciam ao grupo de amigos foi atropelado. «A rosa tem razão», terá dito. Um dos amigos do triatleta contou ainda que a gestão familiar «era feita por Rosa Grilo». «Se o Luís quisesse comprar uma bicicleta nova, perguntava-lhe sempre.»

Amigo estranha mensagem de aniversário enviada do telemóvel de Luís

O primeiro amigo do triatleta a ser presente no tribunal de loures confessou ao coletivo de juízes que achou «estranha» a mensagem de parabéns enviada, alegadamente, por Luís Grilo, no dia 16 de julho. Este terá sido o dia em que o triatleta foi dado como desaparecido. «Recebi uma mensagem do Luís a desejar-me feliz aniversário de um modo diferente. A usar um tipo de expressões e linguagem que não era habitual», confessa a testemunha, que cita a mensagem:

«Parabéns, mano. Que passes o aniversário com muitas gajas à volta.»

Apesar da estranheza, o amigo do triatleta agradeceu e respondeu que estava a passar o dia de anos com a mulher e as filhas.

LEIA MAIS

Vizinhos de Rosa contam que a viram a lavar o carro e a garagem

Impala Instagram


RELACIONADOS