Região italiana oferece 700 euros a quem quiser mudar-se para lá

A medida não é inédita e promete mesmo melhorar a região italiana de Molise.

Região italiana oferece 700 euros a quem quiser mudar-se para lá

Região italiana oferece 700 euros a quem quiser mudar-se para lá

A medida não é inédita e promete mesmo melhorar a região italiana de Molise.

A região italiana de Molise é uma das mais afetadas pelo declínio populacional. Para o combater, o país decidiu avançar com uma medida que mesmo não sendo inédita, pretende melhor os números demográficos. A região oferece 700 euros por mês a quem se mudar para lá.

LEIA DEPOIS:Previsão do tempo para sexta-feira

Molise abre, a partir de 16 de setembro, candidaturas a novos residentes para as suas vilas e aldeias. Para receber 700 euros por mês durante três anos, os novos residentes devem abrir um negócio no local e instalar-se em zonas com menos de dois mil habitantes.

Segundo dados divulgados há muitos locais de escolha. Em Molise, existem 100 zonas com menos de dois mil residentes, enquanto seis áreas tem menos de 200 pessoas.

Nos últimos 9 anos não nasceu nenhuma criança na zona

Molise é uma pequena região no sul de Itália e uma das mais afetadas pelo declínio demográfico. Em 2018, mais de 2800 residentes faleceram ou deslocaram-se para outra região. Nos últimos anos, em nove cidades, não nasceu nenhuma criança.

O presidente de Molise, Donato Toma, em declarações ao The Guardian, referiu que «que não se trata só de aumentar a população». Para Donato, a criação de infraestruturas é uma das principais razões para os novos residentes se manterem na região. Contudo, esta nova medida não é bem recebida por todos os habitantes da região. O Forche Caudine, um blog local, considera que este incentivo é superficial e pouco grato aos que decidiram permanecer na região.

LEIA MAIS

Alerta! Mais de 50 concelhos em risco máximo de incêndio

Benedita Pereira vai ser mãe. Atriz está grávida do primeiro filho

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS