Recluso tem acesso a telemóvel e faz burla de 300 mil euros

Um homem a cumprir pena de prisão, numa cadeia da zona de Lisboa, monta um esquema e engana 11 proprietários de apartamentos, roubando 300 mil euros.

Recluso tem acesso a telemóvel e faz burla de 300 mil euros

Recluso tem acesso a telemóvel e faz burla de 300 mil euros

Um homem a cumprir pena de prisão, numa cadeia da zona de Lisboa, monta um esquema e engana 11 proprietários de apartamentos, roubando 300 mil euros.

Um recluso de uma cadeia perto de Lisboa conseguiu enganar onze proprietários de apartamentos e faz burla de 300 mil euros. O burlão, de 49 anos, conseguiu concretizar os crimes através de um telemóvel que possuía dentro da prisão.

O esquema era gerido no exterior pela mulher de 29 anos com quem casou já depois de estar preso. Segundo o Correio da Manhã, o suspeito contactava «proprietários de semanas de férias em regime de ‘time sharing’ em empreendimentos turísticos no Algarve e Sul de Espanha», revela à mesma publicação fonte da Divisão de Investigação Criminal da PSP de Lisboa.

O homem terá criado uma empresa e a partir da cadeia contactava as vítimas, dizendo que tinha clientes ingleses dispostos a pagar valores avultados por essas semanas de férias. O burlão dizia sempre que o valor era devolvido no momento da concretização do negócio. Como a empresa do burlão existia e tinha contas em bancos, as vítimas não desconfiavam.

Reclusa já estava preso por burlas

Os problemas surgiam quando, ao fim de alguns depósitos, o recluso deixava de atender a telefonemas, uma vez que trocava os cartões dos aparelhos. As queixas começaram a surgir há um ano e as autoridades descobriram o esquema do recluso. Este já se encontrava detido há mais de um ano por burlas. A mulher foi obrigada a apresentações periódicas.

LEIA MAIS

Previsão do tempo para sábado, 16 de março

Manuel Maria Carrilho absolvido [novamente] do crime de violência doméstica

Netflix explica tudo o que aconteceu no desaparecimento de Maddie [vídeo]

Atirador transmite em direto ataque em mesquita na Nova Zelândia [vídeo]

Amélia Fialho terá expulsado filha e genro de casa antes de ter sido assassinada

Impala Instagram


RELACIONADOS