Quatro pessoas linchadas no México em dois dias

Quatro pessoas linchadas no México em dois dias

Quatro pessoas foram linchadas no México nos últimos dois dias devido a rumores que sequestravam crianças para tráfico de órgãos, acusações que as autoridades acreditam serem falsas.

Na quinta-feira, a população de uma aldeia no estado de Hidalgo decidiu fazer justiça pelas próprias mãos, ao espancar e queimar até à morte um homem e uma mulher, segundo autoridades locais.

No momento em que a polícia interveio, o homem já estava morto e a mulher morreu mais tarde no hospital, informaram.

No dia anterior, em San Vicente Boqueron, no estado de Puebla, dois homens foram também queimados até à morte pela população.

De acordo com a polícia, moradores invadiram uma esquadra e queimaram até à morte os dois homens, que se encontravam sob custódia policial com a mesma acusação.

Cerca de 150 pessoas reuniram-se à porta e acabaram por invadir a esquadra. A multidão regou-os com combustível e queimou-os num veículo.

Os linchamentos são comuns nas aldeias do centro e sul do México. Só na região de Puebla houve mais de cem tentativas de “justiça pelas próprias mãos” desde o início do ano.

FST (JMC) // JMC

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Quatro pessoas linchadas no México em dois dias

Quatro pessoas foram linchadas no México nos últimos dois dias devido a rumores que sequestravam crianças para tráfico de órgãos, acusações que as autoridades acreditam serem falsas.