Puxão de orelhas resulta em queixa contra professora

As mães de dois meninos de sete anos, que levaram um puxão de orelhas da professora na sala de aula, no Pilado, Marinha Grande, apresentaram queixa na GNR por agressão e maus-tratos.

Puxão de orelhas resulta em queixa contra professora

Puxão de orelhas resulta em queixa contra professora

As mães de dois meninos de sete anos, que levaram um puxão de orelhas da professora na sala de aula, no Pilado, Marinha Grande, apresentaram queixa na GNR por agressão e maus-tratos.

As mães de dois meninos de sete anos, que levaram um puxão de orelhas da professora na sala de aula, no Pilado, Marinha Grande, apresentaram queixa na GNR por agressão e maus-tratos.

Exigem ainda o afastamento da professora por recearem novas agressões e os filhos terem medo de voltar à escola. As duas crianças estariam a correr na sala de aula, o que levou a professora a levá-los para o corredor, um agarrado por um braço e outro por uma orelha.

Como as crianças continuaram a brincar, a professora voltou a levá-las para a sala, desta vez arrastados pelas orelhas, deixando marcas evidentes. Confrontada com a agressão, a professora terá assumido que se “excedeu um bocado” e que iria “tentar que não voltasse a acontecer”. Esta reação desagradou profundamente as mães, que exigem o seu “afastamento imediato”.

Mães pedem que docente se vá tratar

“Estou revoltada, não acho justo ela continuar a dar aulas”, disse Vânia Gomes, uma das mães. Também Dulce Neves, progenitora da outra vítima, defende que “não era justificação para uma agressão de tal forma. Devia ser suspensa de imediato ou afastar-se para se tratar“.

De acordo com o CM, a direção do Agrupamento de Escolas a que pertence a primária do Pilado confirmou a abertura imediata de “procedimento disciplinar“.

LEIA AINDA
Julgado hoje empresário que ateou fogo a prédio e matou locatário
Homem atirado de carrinha após ser regado com gasolina e queimado
Amarrado de pés e mãos, com sinais de espancamento e queimado depois de ter sido regado com gasolina. Foi desta forma que um homem foi encontrado ontem à tarde na berma da ‘reta de Coina’, uma zona de prostituição que atravessa Fernão Ferro, no concelho do Seixal. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS