PSP diz que detenções na Madeira relacionadas com droga aumentaram 40%

As detenções relacionadas com cultivo e tráfico de droga na Madeira registam este ano um aumento de mais de 40% em relação ao mesmo período do ano passado, informou hoje a Polícia de Segurança Pública.

PSP diz que detenções na Madeira relacionadas com droga aumentaram 40%

PSP diz que detenções na Madeira relacionadas com droga aumentaram 40%

As detenções relacionadas com cultivo e tráfico de droga na Madeira registam este ano um aumento de mais de 40% em relação ao mesmo período do ano passado, informou hoje a Polícia de Segurança Pública.

“O Comando Regional da PSP da Madeira esclarece que (…) face ao período homólogo do ano anterior, as detenções relativas a crimes relacionados com o cultivo e tráfico de estupefaciente registam um aumento superior a 40%”, lê-se numa nota informativa divulgada na região.

No mesmo documento, a PSP anuncia que deteve esta semana três pessoas e apreendeu de 337 doses da substância psicoativa ‘bloom’, no concelho de Câmara de Lobos e na freguesia de Santo António, no Funchal.

No âmbito dessa operação, foram ainda apreendidos mais de 3.000 euros em dinheiro, duas balanças digitais, diversos artigos diretamente associados ao corte e acondicionamento dos estupefacientes, adianta.

A PSP menciona que esta investigação começou há cerca de um ano e envolve três suspeitos (duas mulheres e um homem), com idades compreendidas entre os 31 e os 38 anos, que foram constituídos arguidos e sujeitos a termo de identidade e residência.

No comunicado, indica ainda que foi também detido esta semana um homem de 50 anos, no concelho da Calheta, na zona oeste da Madeira, em flagrante delito, na posse de mais de 40 embalagens de heroína.

O Comando Regional da Madeira indica que a detenção do homem aconteceu na freguesia do Arco da Calheta e que a droga apreendida era suficiente para 50 doses individuais, tendo-lhe sido apreendidos mais de 200 euros em numerário e outros artigos associados ao acondicionamento de estupefacientes.

O detido foi presente aos serviços do Ministério Público da Ponta do Sol, acabando por aguardar os trâmites do processo em liberdade, mediante termo de identidade e residência.

AMB // MCL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS