Prostituta faz rifas para ajudar animais abandonados

O dinheiro angariado reverte para instituições que ajudam cães e gatos.

Prostituta faz rifas para ajudar animais abandonados

O dinheiro angariado reverte para instituições que ajudam cães e gatos.

Uma prostituta brasileira fez rifas para ajudar animais abandonados. O dinheiro angariado pela mulher reverteu para instituições que ajudam cães e gatos. Patrícia Dias, moradora em São Paulo, no Brasil, sempre teve uma ligação «especial» com animais desde a infância. «Sempre tive cães, mas não como hoje em dia, dentro de casa.

LEIA MAIS: Criança morre engasgada com uva passa na passagem de ano

«Como na maioria das famílias, ficavam no quintal. Mas sempre tive muitos cães, inclusive pitbulls. Uma vez descuidámo-nos, tiveram crias e cheguei a ter 18. Eu tomava conta deles, mas não tinha tanta consciência da importância deste trabalho com os animais», explicou, para justificar a sua decisão. A jovem prostituta decidiu fazer algo concreto quando um dos seus cães, que adoeceu e precisou de uma transfusão de sangue. «Procurei ajuda. Coloquei um pedido nas minhas redes sociais. Mas para o cão poder ser doador, tinha de ter menos de seis anos e acima de 35 kg  e nem todos animais têm estas características», contou.

Organização Não-Governamental solidarizou-se com a prostituta

Uma ONG (Organização Não-Governamental) protetora dos animais solidarizou-se com o pedido de Patrícia para encontrar um doador. Contudo, não houve tempo para fazer a transfusão e a cadela acabou por perder a vida. «Fiquei bastante mal com a morte dela. Não trabalhei durante vários dias e acabei por criar uma ligação com o trabalho da associação e aos animais de lá. Comecei a ajudar e hoje sou voluntária. Organizo bazares, eventos… Com o meu horário de trabalho mais flexível, também me propunha a levar algumas coisas que as pessoas possam doar, quando não têm tempo de os levar», relatou.

LEIA MAIS: Alemães intersexuais já podem identificar-se como pessoas do 3.º género

Há dois anos, a acompanhante optou por pôr mãos à obra. Começou por fazer «promoção de serviços» e entregava parte dos lucros à causa animal. Seguiu-se a venda de rifas. Ideia que partilhou nas redes sociais e que teve grande adesão. «Percebi que muitos clientes se interessavam pelo assunto quando eu explicava que iria levar ração aos cães, que iria fazer uma doação ou um resgate. Mostrava as fotografias e eles acabavam por ajudar também. Fiz uma promoção em que, ao contratarem-me uma hora e ao levarem um quilo de ração, ganhavam mais 10 minutos. Se fossem três quilos, mais 15. A partir dos 10 quilos, meia hora. Muita gente acabou aderir», explicou. O maior prémio das rifas foi entregue em serviços: a rifa vencedora ganhou um «encontro» com a jovem. Patrícia fez tudo «da forma mais transparente possível», divulgando a ação no Twitter.

LEIA MAIS: Previsão do tempo no Mundo para quinta-feira, 3 de janeiro

Impala Instagram


RELACIONADOS