Professor de Filosofia culpa sexo feminino pelo assédio sexual

“Vês a forma como se vestem? Mini saias, calças justas a realçar o rabo, grandes decotes. Ficam ou são bonitas, é certo, mas provocam os homens e estes não são de pedra”.

Professor de Filosofia culpa sexo feminino pelo assédio sexual

Professor de Filosofia culpa sexo feminino pelo assédio sexual

“Vês a forma como se vestem? Mini saias, calças justas a realçar o rabo, grandes decotes. Ficam ou são bonitas, é certo, mas provocam os homens e estes não são de pedra”.

Francisco Limpo Queiroz, professor de Filosofia de 64 anos na Escola Secundária Diogo de Gouveia, em Beja, provocou a revolta nas redes sociais com uma publicação no Facebook em que responsabiliza o sexo feminino pelo assédio sexual existente.

“A culpa é dos indianos ou das meninas atiradiças?”, questiona a propósito de alegados casos de assédio a jovens de Beja por parte de imigrantes. O docente conta depois uma situação em que ao entrar numa escola de deparou com “uma menina de uns 16 anos, muito maquilhada com um decote excessivo que deixava metade dos seios à mostra”. “Fiz um reparo. Ela ficou atrapalhada“, escreve.

Francisco Queiroz depois recordou as palavras de “um amigo“. “Vês a forma como se vestem? Mini saias, calças justas a realçar o rabo, grandes decotes. Ficam ou são bonitas, é certo, mas provocam os homens e estes não são de pedra. Por isso não ponham a culpa toda nos imigrantes”. As reações à publicação foram muitas e o tema estava na ordem do dia na cidade alentejana.

Professor de Filosofia culpa sexo feminino pelo assédio sexual
A publicação em causa

«Busca desenfreada dos prazer é artimanha do diabo»

“Este machismo primário é demais para o meu estômago, que é sensível”, comentou uma internauta. “Somos mulheres e vivemos num país livre, podemos usar o quisermos”, escreveu outra mulher. O professor respondeu. “A imodéstia no vestir e a busca desenfreada dos prazeres é uma artimanha do demónio para levar as pessoas ao Inferno eterno”.

A maioria dos comentários, feitos por homens e mulheres criticam a posição do homem, mas há quem o defenda. “Não tem nada de mal; a culpa é sempre do homem”, são algumas das frases que se podem ler.

LEIA AINDA

Jornalista da RTP acusa ex-companheiro de «maus-tratos psicológicos»
Rita Marrafa fez um longo desabafo nas redes sociais em que relata que foi vítima de “maus-tratos psicológicos” por parte de um ex-companheiro. A jornalista relatou o caso em pormenor. “Há um tipo de violência que não se vê na pele. Não se prova a olho”, conta. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS