Prisão preventiva para cabo-verdiano por burla em cerca de 36 mil euros

Um homem ficou em prisão preventiva em Cabo Verde após ser detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas da prática de vários crimes de burla qualificada e informática em Santiago, envolvendo valores a rondar os 36 mil euros.

Prisão preventiva para cabo-verdiano por burla em cerca de 36 mil euros

Prisão preventiva para cabo-verdiano por burla em cerca de 36 mil euros

Um homem ficou em prisão preventiva em Cabo Verde após ser detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas da prática de vários crimes de burla qualificada e informática em Santiago, envolvendo valores a rondar os 36 mil euros.

A Polícia Judiciária informou em comunicado que deteve, na sexta-feira, um homem, de 19 anos, residente na localidade de Boca Larga, no concelho de São Lourenço dos Órgãos, suspeito da prática de vários crimes de burla qualificada e burla informática, cometidos em Assomada, Órgãos, Achada São Filipe, entre outras localidades.

Segundo a polícia científica cabo-verdiana, alguns dos crimes foram cometidos com recurso a dispositivos eletrónicos e redes sociais e os valores envolvidos rondam os quatro milhões de escudos cabo-verdianos (cerca de 36 mil euros).

Ainda na sequência do cumprimento de um mandado de busca à residência do suspeito, a PJ adiantou que foram apreendidos vários objetos eletrónicos, eletrodomésticos, mobiliário, numa operação em colaboração com a Polícia Nacional.

Quanto ao detido, foi presente ao Tribunal da Comarca da Praia, que lhe aplicou a medida de coação de prisão preventiva.

RIPE // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS