Presidente da Câmara de Pedrógão Grande constituído arguido no processo da reconstrução de casas

O Presidente da Câmara de Pedrógão Grande foi constituído novamente arguido. Desta vez, no processo que diz respeito a irregularidades na reconstrução de casas que foram afetadas pelos incêndios.

Presidente da Câmara de Pedrógão Grande constituído arguido no processo da reconstrução de casas

Presidente da Câmara de Pedrógão Grande constituído arguido no processo da reconstrução de casas

O Presidente da Câmara de Pedrógão Grande foi constituído novamente arguido. Desta vez, no processo que diz respeito a irregularidades na reconstrução de casas que foram afetadas pelos incêndios.

Valdemar Alves, presidente da Câmara de Pedrógão Grande, foi constituído novamente arguido, mas desta vez no processo de reconstrução das casas que foram destruídas durante o incêndio de 2017, avançou a TVI24.

Segundo a nota publicada pelo Departamento de Instrução e Ação Penal (DIAP) de Coimbra em setembro, em investigação «estão factos suscetíveis de integrarem os crimes de corrupção, participação económica em negócio, burla qualificada e falsificação de documento». O alerta foi dado pelas denúncias feitas por duas reportagens, uma da Visão e outra da TVI, que relatavam situações eventualmente ilegais na atribuição de fundos para a reconstrução de habitações afetadas pelo incêndio de 2017.

Pedrógão Grande: Casas que não arderam foram reconstruídas com fundos solidários

Os trabalhos de investigação revelavam que as casas que não eram de primeira habitação foram alvo de obras, em detrimento de outras mais urgentes. Além disso, também houve casos em que casas que não arderam foram reconstruídas com fundos solidários.

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande, Valdemar Alves, negou estas acusações, mas enviou igualmente para análise um conjunto de processos.

LEIA MAIS

Filho do cantor Granger Smith morre aos 3 anos

Ministério Público arquiva desvio de donativos de Pedrógão

Impala Instagram


RELACIONADOS