Preço do pão deverá voltar a subir em 2023

O preço do pão deverá voltar a subir em 2023, em função do aumento dos custos das matérias-primas e da energia.

Preço do pão deverá voltar a subir em 2023

Preço do pão deverá voltar a subir em 2023

O preço do pão deverá voltar a subir em 2023, em função do aumento dos custos das matérias-primas e da energia.

O preço do pão deverá voltar a subir em 2023, em função do aumento dos custos das matérias-primas e da energia, mas também impactado pela atualização do salário mínimo nacional, adiantou à Lusa a ACIP. “Muito dependerá da variação dos preços das matérias-primas e energias, mas será muito provável que aumente, até pelo impacto do aumento do salário mínimo”, perspetivou a direção da Associação do Comércio e da Indústria da Panificação (ACIP), em resposta à Lusa.

Leia depois
Estes são os produtos que vão pagar menos IVA em 2023 (latas de atum incluídas)
O novo Orçamento de Estado vai baixar o IVA a vários produtos, passando de 23 para 6%, e aliviar (um pouco) a carteira dos portugueses (… continue a ler aqui)

De acordo com a associação, apenas uma parte dos aumentos tem sido refletida no preço pago pelo consumidor, o restante tem sido suportado pelos produtores que, por sua vez, registam uma quebra nas margens de lucro.

Entre janeiro e outubro, verificou-se um crescimento no consumo de pão e pastelaria em Portugal, impulsionado pelo turismo. Porém, sobretudo no último trimestre do ano, a inflação veio penalizar esta evolução positiva.

Menos pão no Natal

Os consumidores passaram assim a escolher produtos mais económicos, de menores dimensões e também numa quantidade mais reduzida. “O cliente procura pães mais baratos. Não deixa de comprar produtos de pastelaria, mas nota-se uma redução do consumo deste tipo de produtos”, sublinhou a ACIP. Apesar de não avançar números, a associação estima que as encomendas para a época do Natal vão estar abaixo das realizadas no ano passado.

Em outubro, no âmbito do acordo de médio prazo de melhoria de rendimentos, o Governo avançou com uma proposta para aumentar o salário mínimo dos atuais 705 euros para 760 euros em janeiro de 2023. O executivo propõe que o salário mínimo evolua para 760 euros em 2023, para 810 euros em 2024, para 855 euros em 2025 e para 900 euros em 2026.

Impala Instagram


RELACIONADOS