Praga de ratos invade zona de restauração [vídeo]

Praga de ratos invade zona de restauração [vídeo]

O problema está a ser tratado pelas autoridades competentes, mas os negócios locais e a autarquia estão numa luta para determinar as razões desta invasão de ratos.

Um dos bairros mais movimentados da localidade Sudoeste, em Brasília, capital do Brasil, encontra-se aterrorizada com a notável presença de ratos debaixo de vários contentores do lixo, perto de lojas e restaurantes. As imagens circularam nas redes sociais e vêm da região Bloco B, da Quadra 101.

LEIA MAIS: Mulher descobre que tem cancro depois de partilhar foto das unhas

Quem fazia o vídeo amador mostrava-se assustado com a praga. «Olha, tantos», ouve-se uma mulher. No dia seguinte à publicação do vídeo na internet, a Vigilância Animal respondeu ao colocar veneno nas regiões onde o animal mais circula. «Há uma colónia de oito a 12 roedores», garantiu um dos agentes ambientais.

Há dezenas de ratos debaixo de caixotes do lixo e suspeita-se que estes tenham aí reproduzido uma criação

A autarquia local diz que o aparecimento em massa de ratos pode ser explicado por dois motivos. O primeiro é o facto das raízes das árvores estarem crescer irregularmente para as calçadas da rua. O segundo é que os caixotes do lixo estão danificados, pelo que os resíduos saem dos contentores e atrai esses animais. «Há um problema com a falta de consciencialização dos comerciantes, que devem acomodar melhor os resíduos», referiu o administrador da região.

LEIA MAIS: Bactéria na saliva dos cães mata mulher e leva homem a ser amputado

Alguns lojistas responderam. «Há tampas dos caixotes que estão partidos. A administração não fez nada. É lamentável», disse um sushiman que adiantou ainda que a afluência de ratos aumenta perto das 22h00 da noite. Todavia, afirmam que a culpa não é dos restaurantes.

LEIA MAIS: Previsão do tempo para segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Praga de ratos invade zona de restauração [vídeo]

O problema está a ser tratado pelas autoridades competentes, mas os negócios locais e a autarquia estão numa luta para determinar as razões desta invasão de ratos.