Portugueses juntam-se para ajudar «pai herói»

Vítor Barbosa é desempregado e cria sozinho os cinco filhos.

Portugueses juntam-se para ajudar «pai herói»

Portugueses juntam-se para ajudar «pai herói»

Vítor Barbosa é desempregado e cria sozinho os cinco filhos.

Vítor Barbosa, o pai desempregado do Marco de Canaveses que resgatou os cinco filhos menores a uma instituição de acolhimento, recebeu esta segunda-feira, 4 de novembro, uma carrinha de seis lugares para conseguir passear com os filhos.

LEIA DEPOIS
Zé do Pipo desapareceu há um ano e ninguém sabe o que realmente aconteceu [vídeo]

O dinheiro para a viatura foi angariado através de um grupo no Facebook – «Bora lá ajudar… um carro e seis maravilhosos sorrisos» -, organizado por Cátia Oliveira e Manuel Queirós, que vivem na mesma zona. Ao volante do novo carro, o pai revela, ao Correio da Manhã, que a primeira grande viagem com os filhos será ao Santuário de Fátima, para agradecer a sorte que a vida lhe deu.

A história de Vítor Barbosa foi tornada pública pelo progenitor no programa A Tarde É Sua, da TVI. Acompanhado dos filhos, Margarida, de 6 anos, Luís, de 14, Afonso, de 8, e os gémeos Vítor e Pedro, de 13.

Crianças estavam numa instituição de acolhimento

A ida à televisão aconteceu depois de o homem ter recuperado a guarda parental dos filhos. Depois do fim do casamento com a mãe dos meninos, estes ficaram à guarda da avó materna, pouco tempo depois, os menores foram para uma instituição de acolhimento no Porto. Um ano depois, com a ajuda de uma advogada local, Zita Monteiro, o progenitor conseguiu resgatar os filhos, apesar de estar desempregado.

«Nunca faltei com nada aos meus filhotes. Apenas precisamos de algum conforto, de resto somos felizes», garantiu Vítor Barbosa, em direto na TVI.

O pai explica que tem necessidade de uma casa «maior porque queria um quartinho» para a filha. «Preciso de uma casa, mas a renda não pode ser muito alta porque não vou tirar da boca dos meus filhos para pagar uma renda de 300 euros como estão a pedir» salienta.

A conta bancária criada no âmbito do grupo de ajuda continua aberta, até porque, dizem as autoras do grupo de ajuda «a família tem outras carências e assim quem quiser a ajudar pode continuar a fazê-lo».

LEIA MAIS
Previsão do tempo para quarta-feira, 6 de novembro

Impala Instagram


RELACIONADOS