Porco vivo lançado de bungee jumping em ação de marketing gera revolta

Parque de atividades radicais que usou o porco para manobra de marketing já fez um pedido de desculpas. Prometeu não voltar a usar animais para publicidade à empresa.

Porco vivo lançado de bungee jumping em ação de marketing gera revolta

Parque de atividades radicais que usou o porco para manobra de marketing já fez um pedido de desculpas. Prometeu não voltar a usar animais para publicidade à empresa.

Um porco vivo foi lançado de um bungee jumping num parque de diversões para promover a abertura de um segundo recinto da mesma empresa. O caso teve lugar em Chongqing, na China. O animal foi lançado de uma plataforma a 70 metros de altura, num ritual de inauguração que provocou uma onda de indignação e de revolta na população.

LEIA DEPOIS
Apanhado a agredir a filha: «Por favor, pai, não me faças mais mal» [vídeo]

Empresa justifica ação porque iria «sacrificar o porco para consumo próprio»

Num primeiro momento, o proprietário da empresa justificou o ato dizendo que se tratava de «uma alegoria tendo em conta que o preço da carne de porco diminuiu muito nos últimos meses» no país. «Iríamos sacrificar o porco logo depois para consumo próprio. Como, aliás, acontece todos os dias neste país. Não entendo a indignação das pessoas», disse. Contudo, após a polémica crescente nas redes sociais, emitiu novo comunicado. Pediu desculpa pela ação e prometeu não voltar a usar animais vivos para promover a empresa.

LEIA MAIS
Crime de tortura por vingança divulgado em vídeo [+18]

Impala Instagram


RELACIONADOS