Polícia prende 6 membros da maior milícia do Rio de Janeiro

A polícia brasileira informou que prendeu na manhã de hoje seis integrantes de uma das maiores milícias do Rio de Janeiro.

Polícia prende 6 membros da maior milícia do Rio de Janeiro

Polícia prende 6 membros da maior milícia do Rio de Janeiro

A polícia brasileira informou que prendeu na manhã de hoje seis integrantes de uma das maiores milícias do Rio de Janeiro.

A polícia brasileira informou que prendeu na manhã de hoje seis integrantes de uma das maiores milícias do Rio de Janeiro. Segundo o portal de notícias G1, foram presos elementos da milícia Bonde do Ecko, que seria uma ramificação da milícia Liga da Justiça, a maior e mais antiga do Estado.

O Ministério Público do Rio de Janeiro informou em nota que a operação ocorreu depois da Justiça autorizar a prisão, o bloqueio e o arresto de bens de empresas ligadas ao grupo criminoso que terão sido usadas para a prática de branqueamento de capitais.

“A operação para cumprimento de mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão contra sete denunciados pelos crimes de organização criminosa e branqueamento de capitais, constatados a partir da verificação de inúmeras operações financeiras irregulares realizadas por pessoas físicas e jurídicas integrantes da chamada Liga da Justiça”, frisou o MPRJ.

As autoridades judiciais também informaram que possuem indícios de que os denunciados terão movimentado de forma ilícita mais de 10 milhões de reais (2,3 milhões de euros).

O grupo investigado age na zona oeste do Rio de Janeiro e em cidades vizinhas que fazem parte da Baixada Fluminense.

Além de branquear dinheiro ilegal, esta milícia é suspeita de estar ligada a diversos assassínios praticados desde a década de 1990.

As milícias são grupos criminosos formados por membros das polícias reformados, que saíram ou foram expulsos das corporações e até mesmo militares e bombeiros na ativa que cobram pagamento em dinheiro em troca de fornecer segurança para moradores e comerciantes.

As milícias também monopolizam a oferta de serviços como venda de gás, transporte e distribuição de acesso à internet em zonas carentes do Rio de Janeiro.

LEIA MAIS

Bruno de Carvalho em tribunal. Tudo o que disse o ex-presidente do Sporting

Previsão do tempo para quinta-feira, 4 de julho

 

 

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS