Polícia moçambicana apreende três quilos de cocaína em navio de bandeira liberiana

A polícia moçambicana apreendeu na quinta-feira três quilos de cocaína a bordo de um navio de bandeira da Libéria atracado no porto da Beira, centro do país.

Polícia moçambicana apreende três quilos de cocaína em navio de bandeira liberiana

Polícia moçambicana apreende três quilos de cocaína em navio de bandeira liberiana

A polícia moçambicana apreendeu na quinta-feira três quilos de cocaína a bordo de um navio de bandeira da Libéria atracado no porto da Beira, centro do país.

Beira, Moçambique, 11 set 2020 (Lusa) – A polícia moçambicana apreendeu na quinta-feira três quilos de cocaína a bordo de um navio de bandeira da Libéria atracado no porto da Beira, centro do país, disse à Lusa fonte do Serviço Nacional de Investigação Criminal (Sernic).

Mário Tamele, chefe do Serviço de Investigação Criminal do Sernic na província de Sofala, cuja capital é Beira, avançou que a droga foi apreendida, depois de um alerta do capitão do navio, que desconfiou da presença de um produto estranho num dos compartimentos do motor do sistema de refrigeração do navio.

O capitão notou a presença do produto, quando foi verificar o sistema de refrigeração do barco, na sequência de uma avaria no dispositivo, disse Tamele.

“Quando o capitão olhou para a ventilador descobriu que tinha ali algo estranho que ele não sabia o que era e acionou as autoridades”, afirmou o responsável da polícia.

O navio transportava medicamentos contra a malária e tinha saído da África do Sul com destino ao Quénia e escala no porto de Maputo, acrescentou.

“Não há ninguém preso e o navio já partiu para o seu destino”, disse ainda Tamele.

O chefe do Serviço de Investigação Criminal do Sernic na província de Sofala considerou prematuro avançar dados sobre suspeitos, origem e destino da droga.

A mesma fonte frisou que o facto de ter sido o capitão a alertar as autoridades sobre a presença da droga no navio torna remota a possibilidade de envolvimento da tripulação no caso, mas remeteu a clarificação dos contornos do assunto para as investigações em curso.

Tamele assegurou que as autoridades fizeram uma revista a todo o navio, mas não encontraram mais substâncias ilícitas.

JYJE // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS