Polícia investiga motivo do ataque na cidade alemã de Wuerzburg

As autoridades continuam hoje a procurar o motivo por detrás do ataque de sexta-feira na cidade alemã de Wuerzburg, durante o qual um homem armado com uma faca longa matou três pessoas e feriu pelo menos outras cinco.

Polícia investiga motivo do ataque na cidade alemã de Wuerzburg

Polícia investiga motivo do ataque na cidade alemã de Wuerzburg

As autoridades continuam hoje a procurar o motivo por detrás do ataque de sexta-feira na cidade alemã de Wuerzburg, durante o qual um homem armado com uma faca longa matou três pessoas e feriu pelo menos outras cinco.

As autoridades continuam hoje a procurar o motivo por detrás do ataque de sexta-feira na cidade alemã de Wuerzburg, durante o qual um homem armado com uma faca longa matou três pessoas e feriu pelo menos outras cinco.

O suspeito, um somali de 24 anos, foi alvejado na perna pela polícia e preso depois do ataque de sexta-feira à tarde no centro da cidade do sul.

A polícia informou que a vida do somali não está em perigo e que estava a ser interrogado num hospital.

Um alto funcionário de segurança da Baviera, Joachim Herrmann, disse que o suspeito era conhecido pela polícia e tinha sido admitido numa unidade psiquiátrica alguns dias antes.

Herrmann disse à agência de notícias dpa na sexta-feira à noite que não podia descartar um motivo extremista islâmico porque uma testemunha tinha relatado ter ouvido o suspeito gritar “Allahu akbar”, “Deus é grande” em árabe.

O homem vive em Wuerzburg desde 2015, mais recentemente num abrigo para os sem abrigo.

Aparentemente, o suspeito não conhecia as vítimas.

Vídeos publicados nos meios de comunicação social mostravam peões a cercar o agressor e a tentar segurá-lo à distância com cadeiras e paus.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS