Plantações com mais de quatro toneladas de canábis destruídas pela PJ

Uma operação da Polícia Judiciária (PJ) cabo-verdiana, a segunda do género de combate ao tráfico interno de estupefacientes na última semana, permitiu desmantelar e destruir, terça-feira, 4,1 toneladas de canábis em vários locais da ilha de Santiago.

Plantações com mais de quatro toneladas de canábis destruídas pela PJ

Plantações com mais de quatro toneladas de canábis destruídas pela PJ

Uma operação da Polícia Judiciária (PJ) cabo-verdiana, a segunda do género de combate ao tráfico interno de estupefacientes na última semana, permitiu desmantelar e destruir, terça-feira, 4,1 toneladas de canábis em vários locais da ilha de Santiago.

Uma operação da Polícia Judiciária (PJ) cabo-verdiana, a segunda do género de combate ao tráfico interno de estupefacientes na última semana, permitiu desmantelar e destruir, terça-feira, 4,1 toneladas de canábis em vários locais da ilha de Santiago.

Em comunicado divulgado hoje, a PJ refere que a operação, coordenada pela Secção Central de Investigação de Tráfico de Estupefacientes, envolveu 108 operacionais no terreno, incluindo elementos das Forças Armadas.

A ação permitiu o “desmantelamento de várias produções” de canábis em “diversas localidades do interior” daquela ilha, prossegue o comunicado.

A operação resultou na apreensão de 4.134,5 quilogramas de canábis, que foram incinerados no local, por “ordem do Ministério Público”, acrescentou a Polícia Judiciária, sem adiantar informação sobre detenções.

Na sexta-feira, uma operação idêntica, também no interior da ilha de Santiago e envolvendo cerca de 120 operacionais, entre elementos da PJ e militares, tinha permitido desmantelar e incinerar várias plantações, totalizando 11.728 quilogramas de canábis.

LEIA MAIS

Meteorologia: Previsão do tempo para quinta-feira, 5 de novembro

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS