PGR da Guiné-Bissau que ouvir presidente do Supremo Tribunal após denúncia

O procurador-geral da República da Guiné-Bissau, Fernando Gomes, pediu hoje ao Conselho Superior de Magistratura Judicial para ouvir o presidente do Supremo Tribunal de Justiça, Paulo Sanhá, na sequência de uma denúncia feita em abril de 2018.

PGR da Guiné-Bissau que ouvir presidente do Supremo Tribunal após denúncia

PGR da Guiné-Bissau que ouvir presidente do Supremo Tribunal após denúncia

O procurador-geral da República da Guiné-Bissau, Fernando Gomes, pediu hoje ao Conselho Superior de Magistratura Judicial para ouvir o presidente do Supremo Tribunal de Justiça, Paulo Sanhá, na sequência de uma denúncia feita em abril de 2018.

Segundo a carta, a que a Lusa teve acesso, o pedido de audição é feito com base numa denúncia, “que se encontra autuada com a data de 13 de abril de 2018”, feita por “Bubacar Bari contra o juiz conselheiro Paulo Sanhá”, por “denegação da justiça, prevaricação, abuso de poderes e administração danosa ou seja desvio de avultados fundos para proveito próprio, enquanto presidente do Supremo Tribunal de Justiça”.

“O reconhecimento da dimensão e gravidade da suspeição da comissão de crimes”, refere o procurador-geral da República, “coloca evidentemente em questão a necessidade de realização de diligências de investigação destinadas à produção de provas”, acrescenta.

Na carta, o procurador-geral pede que a audição seja realizada a 21 de março pelas 14:00 locais (mesma hora em Lisboa).

O Supremo Tribunal de Justiça realiza este ano eleições para a nova direção daquele órgão judicial.

MSE // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS