Pena de sete anos e meio de prisão por 28 assaltos no Grande Porto

Sete anos e meio de prisão foi a pena aplicada hoje ao principal responsável por 28 assaltos sob ameaça de faca no Grande Porto, metade deles em farmácias, disse fonte judicial.

Pena de sete anos e meio de prisão por 28 assaltos no Grande Porto

Pena de sete anos e meio de prisão por 28 assaltos no Grande Porto

Sete anos e meio de prisão foi a pena aplicada hoje ao principal responsável por 28 assaltos sob ameaça de faca no Grande Porto, metade deles em farmácias, disse fonte judicial.

Em acórdão proferido no tribunal criminal de São João Novo, no Porto, dois coarguidos no processo foram condenados a penas de cinco anos, num caso, e três anos e dois meses, noutro, ambas suspensas na sua execução.

Um quarto coarguido do processo foi absolvido.

Segundo a acusação do processo estão em causa assaltos a nove farmácias, seis postos de correio, um banco, uma seguradora e um supermercado, em crimes consumados na Área Metropolitana do Porto, maioritariamente no município de Vila Nova de Gaia, entre maio e setembro de 2020, que terão resultado no roubo de um valor global de 27.729,20 euros.

A atividade criminosa cessou após o roubo de 2.869,65 euros numa farmácia de Rio Tinto, em Gondomar, a 30 de setembro, quando a GNR perseguiu e deteve, já na autoestrada 43, Pelé e um dos seus cúmplices.

JGJ // LIL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS