Pedófilos atacam crianças através de jogos online

Há vários indícios de que alguns dos detidos possam ser os autores dos conteúdos que partilharam com os menores.

Pedófilos atacam crianças através de jogos online

Pedófilos atacam crianças através de jogos online

Há vários indícios de que alguns dos detidos possam ser os autores dos conteúdos que partilharam com os menores.

Vários pedófilos estão a entrar em jogos online para conseguirem cativar as futuras vítimas, aliciando-as a continuar com o contacto noutras plataformas, escreve o Jornal de Notícias. A informação é garantida pela Polícia Judiciária depois de ter detido, em todo o país, 15 homens, na sequência de uma megaoperação de combate à pornografia infantil. Segundo a mesma publicação, há vários indícios de que alguns dos detidos possam ser os autores dos conteúdos que partilharam com os menores.

LEIA DEPOIS
Traficante foge das instalações da Polícia Judiciária de Faro

Suspeitos utilizavam sistema peer-to- -peer

Segundo a PJ, foram encontrados milhares de ficheiros que os detidos terão partilhado entre si com recurso ao sistema peer-to- -peer, uma rede de computadores interligados, sem intermediário, capazes de receber e remeter fotografias e filmes. Os suspeitos, agora detidos, terão partilhado imagens da darknet, em várias plataformas de jogos online e plataformas encriptadas recorrentemente utilizadas por pedófilos.

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou ontem a detenção de 15 homens, com idades entre os 23 e os 60 anos, durante uma operação de combate à pornografia de menores na Internet. As detenções, anunciadas em conferência de imprensa, resultaram de 25 buscas domiciliárias realizadas em distritos do território continental e nas regiões autónomas dos Açores e da Madeira, no âmbito de uma operação “de grande dimensão” de combate à pornografia de menores na internet denominada ‘3P’ (Portugal Ponto a Ponto).

Os 15 detidos serão agora presentes a vários tribunais do pais para aplicação das medidas de coação. Durante as buscas, foram também apreendidos computadores, dispositivos de armazenamento de ficheiros, ‘smartphones’ e milhares de ficheiros que contêm pornografia e que serão analisados pela PJ. Leia mais aqui

LEIA AGORA
Libertada jovem presa 15 anos por assassinar traficante sexual

Impala Instagram


RELACIONADOS