Pedófilo ameaça menor e família: «Posso ir preso mas não ficas viva»

Pedófilo ameaça menor e família: «Posso ir preso mas não ficas viva»

Um homem, de 22 anos, é acusado de abordar menores na internet e de ameaçar a família de uma das vítimas de morte.

Um homem, de 22 anos, é acusado de abordar crianças no Facebook, através de perfis falsos com nomes de mulheres, e de os aliciar a enviarem fotografias comprometedoras.

O caso remonta a 2018. O arguido, que vive na zona da Mealhada, conheceu um menino, de 12 anos, na Figueira da Foz, através da internet. O suspeito convenceu o menor a mostrar, através de videochamada, o corpo nu. Ao longo das conversas, o menino acabou por revelar a morada e combinou um encontro com o pedófilo. Num momento em que a mãe do jovem não estava em casa, o arguido – que para falar com o menino utilizava o perfil verdadeiro do Facebook – dirigiu-se à residência do menor e concretizou os abusos.

Desde então, que o jovem tentava afastar-se, dizendo que não queria continuar a falar com este. O homem não aceitou o pedido do menino e começou a recorrer a chantagens e ameaças de morte. Depois de se aperceber que a vítima tinha contado sobre os abusos à mãe, o pedófilo terá começado a contactar a progenitora. «Posso ir preso, mas te garanto que não ficas viva», disse o arguido, segundo o Correio da Manhã.

A mãe do menor não cedeu e apresentou queixa na Polícia. O suspeito encontra-se em prisão preventiva.

LEIA MAIS

Vídeo de mãe a pontapear filha de 3 anos torna-se viral
Previsão do tempo para terça-feira, 16 de abril

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS