Pai e filho com covid-19 encontrados mortos em casa

Homem de 70 anos, e o filho, de 42, foram encontrados mortos em casa, na Amadora. As vítimas estavam infetadas com covid-19 e o alerta foi dado por um vizinho que diariamente lhes levava refeições.

Pai e filho com covid-19 encontrados mortos em casa

Pai e filho com covid-19 encontrados mortos em casa

Homem de 70 anos, e o filho, de 42, foram encontrados mortos em casa, na Amadora. As vítimas estavam infetadas com covid-19 e o alerta foi dado por um vizinho que diariamente lhes levava refeições.

João Tetani, 70 anos, e o filho, de 42, foram encontrados mortos, ontem à tarde, no interior da casa onde residiam na Amadora. As duas vítimas, que viviam sozinhas, estavam infetadas com covid-19.

O filho, João Francisco, chegou a estar hospitalizado no passado mês de dezembro, mas, segundo a vizinhança, por vezes, não cumpria o dever de recolhimento e era visto fora de casa. Os dois homens de nacionalidade angolana, mas há muito radicados em Portugal, estavam a ser ajudados pelos vizinhos desde que se soube da infeção pelo novo coronavírus.

O alerta foi dado por um dos vizinhos que diariamente lhes levava refeições. Na noite de sábado, estranhou que não lhe abrissem a porta, mas não deu grande importância dado que o filho muitas vezes não atendia o telefone nem abria a porta a ninguém. Ontem, por volta do meio-dia, voltou a tentar entregar o almoço, mas novamente sem sucesso.

Foi então que pediu ajuda a Kalene Delfino, outra moradora no prédio, que resolveu chamar os bombeiros e a PSP para solicitar a abertura da porta. Quando as equipas de socorro chegaram, constataram que o pai estava em paragem cardiorrespiratória, acabando por falecer pouco minutos depois. O filho estava em situação semelhante, mas ainda com sinais vitais. A equipa do INEM tentou reanimá-lo, mas sem efeito.

Segundo Mário Conde, comandante dos Bombeiros Voluntários da Amadora, o pai estava no quarto e o filho na sala. Só a autópsia poderá agora ditar quando ocorreram exatamente os óbitos e se foram consequência ou não de covid-19. Adiantou ainda que, quando responderam à chamada, os bombeiros já tinham a indicação do Centro de Orientação de Doentes Urgentes de que se tratava de infetados.

LEIA MAIS
Talhante persegue, viola e mata adolescente bêbada

Impala Instagram


RELACIONADOS