Ovelhas matriculadas em escola francesa para impedir redução de turmas

A diminuição do número de alunos levou o governo francês a tomar medidas e a alertar a escola francesa para o risco de redução de turmas. Os pais dos alunos solucionaram o problema com a inscrição de 15 ovelhas.

Ovelhas matriculadas em escola francesa para impedir redução de turmas

Ovelhas matriculadas em escola francesa para impedir redução de turmas

A diminuição do número de alunos levou o governo francês a tomar medidas e a alertar a escola francesa para o risco de redução de turmas. Os pais dos alunos solucionaram o problema com a inscrição de 15 ovelhas.

A falta de alunos na escola Jules Ferry em Crêts-en-Belledonne, nos Alpes Franceses, levou os pais dos estudantes a tomarem medidas e a matricularem ovelhas. O governo francês alertou a instituição para o risco de redução de turmas com a diminuição do número de alunos de um ano letivo para o outro.

DEPOIS LEIA

Previsão do tempo para sábado, 11 de maio

Não contentes com a medida, os pais dos alunos juntaram-se a um pastor local e decidiram inscrever 15 ovelhas como alunos para solucionar o problema. A imprensa local revela que o homem dirigiu-se à escola com 50 ovelhas guiadas por um cão. No local estavam professores, alunos e funcionários a protestar contra o encerramento da turma. A iniciativa contou também com a presença do presidente da câmara, avança a Sky News.

A redução de turmas levaria a que o número de alunos das restantes aumentassem em 10 alunos, o que atingiria o limite imposto pelo Presidente Emmanuel Macron. «Agora não teremos que fechar nenhuma turma», afirmou uma das mães dos alunos, defensora do protesto, ao jornal The Local.  A mulher acusou ainda a autoridade nacional de educação de estar mais preocupada com os números do que com o bem-estar das crianças.

LEIA MAIS

Diana Fialho foi agredida violentamente desde os 6 anos

Morreu Alfredo Rubalcaba aos 67 anos

Impala Instagram


RELACIONADOS