O emocionante reencontro de uma família separada por Trump

Maria Chic, de 32 anos, não via a filha Adelaida Chic, de 10, desde 2017. A família foi separada pelo governo do antigo presidente norte-americano Donald Trump por atravessar de forma ilegal a fronteira dos Estados Unidos com o México.

O emocionante reencontro de uma família separada por Trump

O emocionante reencontro de uma família separada por Trump

Maria Chic, de 32 anos, não via a filha Adelaida Chic, de 10, desde 2017. A família foi separada pelo governo do antigo presidente norte-americano Donald Trump por atravessar de forma ilegal a fronteira dos Estados Unidos com o México.

Maria Chic, de 32 anos, não via a filha Adelaida Chic, de 10, desde 2017. A família foi separada pelo governo do antigo presidente norte-americano Donald Trump por atravessar de forma ilegal a fronteira dos Estados Unidos com o México. Agora, mais de 40 meses depois, puderam finalmente dar o abraço que estava guardado há mais de quatro anos. Maria conseguiu autorização para atravessar a fronteira e encontrou-se com a criança num aeroporto na Flórida.

Em 2017, Maria cruzou a fronteira com a filha Maria e a irmã Patrícia. No entanto, acabaram por ser detidas por um por agentes responsáveis pelos serviços de Estrangeiros e Fronteiras norte-americanos. Adelaida, na altura com seis anos, acabou por ser transferida do centro de detenção da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA  para um centro de acolhimento de menores, localizado na cidade em Nova Iorque. Maria ficou detida durante sete meses no Centro de Detenção Eloy em Eloy, no Arizona. Depois foi, juntamente com a irmã, deportada para a Guatemala, de onde são naturais.

«Mamã, por que me deixaste?»

Antes do reencontro, Maria recordou ainda a primeira videochamada que fez com a filha, após a separação. “Ela perguntava-me: ’mamã, por que me deixaste aqui?'”. Pouco tempo depois, outra tia de Adelaida, que já vivia nos Estados Unidos, conseguiu ficar com guarda da menina e cuidou dela durante mais de três anos. Após duas tentativas frustradas de atravessar a fronteira, Maria conseguiu autorização e foi ao encontro da filha. Atualmente, as duas vivem – legalmente – no país americano.

Tal como dá conta o Daily Mail, o reencontro foi possível graças à Task-force de Reunificação Familiar, que identificou 3.913 crianças que foram separadas das famílias desde o dia em que Trump tomou posse – 1 de julho de 2017 – até ao seu último dia – 20 de janeiro de 2021 –.

Imagem: Reprodução Daily Mail

LEIA AINDA
Diego Maradona alimentava 50 famílias em segredo
Diego Maradona alimentava 50 famílias em segredo
Só após a morte do astro argentino, ficou a saber-se que que Diego Maradona ajudava 50 famílias. A informação partiu do conceituado apresentador Jorge Rial. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS